Pesquisa
Tome Nota

Posto de combustível em Guimarães é monumento de interesse público

15:01 - 22-11-2022
 
Posto de combustível em Guimarães é monumento de interesse públicoPosto de combustível em Guimarães é monumento de interesse públicoPosto de combustível em Guimarães é monumento de interesse públicoPosto de combustível em Guimarães é monumento de interesse públicoPosto de combustível em Guimarães é monumento de interesse públicoPosto de combustível em Guimarães é monumento de interesse público
Posto de combustível em Guimarães é monumento de interesse públicoPosto de combustível em Guimarães é monumento de interesse públicoPosto de combustível em Guimarães é monumento de interesse públicoPosto de combustível em Guimarães é monumento de interesse públicoPosto de combustível em Guimarães é monumento de interesse públicoPosto de combustível em Guimarães é monumento de interesse público

Não é vulgar classificar-se uma estação de combustível como monumento de interesse público mas foi o que aconteceu esta terça-feira.

O galardão foi para o posto duplo de abastecimento de combustíveis na Estrada Nacional 105 em Covas, Guimarães, projectado pelo arquitecto Fernando Távora.

Na portaria publicada em Diário da República (DR), é descrito que a classificação "reflecte os critérios […] relativos ao carácter matricial do bem, ao génio do respectivo criador, ao seu valor estético, técnico e material intrínseco, à sua concepção arquitectónica, urbanística e paisagística, e às circunstâncias susceptíveis de acarretarem diminuição ou perda da sua perenidade ou integridade".

Embora reconheça que o edifício está "parcialmente adulterado", a mesma portaria considera que não se encontra perdida a sua capacidade evocativa do projecto original".

A Secretaria de Estado da Cultura justifica que "o granito local, o betão e o ferro conjugam-se com a envolvente natural para compor uma obra de grande valor formal e conceptual, bem ilustrativa do alcance da obra de Fernando Távora e do seu posicionamento em relação aos desafios colocados pela arquitectura moderna".

O posto duplo de combustível de Covas localiza-se no Lugar do Salgueiral, nas freguesias de Creixomil e Urgeses do concelho de Guimarães.

A obra encomendada pela SACOR em 1957 estava enquadrada num plano de localização de postos de abastecimento a nível nacional.

Projectado entre 1959 e 1961, e concluído em 1967, é composto por dois postos implantados em parcelas fronteiras na encosta do vale de Creixomil.

Segundo a portaria publicada em DR, o núcleo funcional das bombas é composto por zona de abastecimento protegida por largas palas.

É completada, no edifício a poente, por uma área de serviço que aproveita o declive do terreno, respeitando o seu grande potencial cenográfico.

"Os arranjos exteriores constituem, de resto, um todo indissociável dos edifícios, sendo indispensáveis para a interpretação do conjunto", é escrito na portaria.

A classificação decorreu por proposta da Direcção-Geral do Património Cultural, conforme publicado em DR a 8 de Abril, mas o processo foi iniciado em 2015.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
comentário mais votado
Publico Jornas   18:06 - 24-11-2022
Alguém deve mamar com este "mamarracho".
Gungunhana GUNGUNHANA   07:35 - 02-12-2022
VOTAR
E VIVA PORTUGAL da «gandulagem»!
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
antogon   11:42 - 25-11-2022
VOTAR
se isto pode ser monumento de interesse publico?! quem faz as classificações dos monumentos de interesse publico perdeu toda a credibilidade..
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Publico Jornas   18:06 - 24-11-2022
VOTAR
Alguém deve mamar com este "mamarracho".
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.