Pesquisa
Tome Nota

Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021

12:43 - 07-01-2022
 
Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021
Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021Bentley de vento em popa: novo recorde de vendas em 2021

A Bentley está em modo de celebração, ao bater em 2021 o recorde de vendas com 14.659 unidades vendidas um pouco por todo o mundo. 

É um salto de 31% para a insígnia de luxo britânica face a 2020, também marcado por um recorde com 11.206 unidades vendidas. 

Sublinhe-se que ambos os números acontecem com as condicionantes que a pandemia da Covid-19 provocou na indústria automóvel nos últimos dois anos. 

O nosso país não fugiu à regra e, em 2021, a Bentley vendeu 26 exemplares, de acordo com os dados fornecidos pela ACAP – Associação Automóvel de Portugal. 

Foram mais cinco unidades vendidas do que no ano anterior, correspondente a uma subida de 23,8%. 

A fabricante não revelou os números de vendas para cada modelo, embora tenha adiantado que o Bentley Bentayga continua a ser o seu produto de proa. 

Com mais de 40% das vendas de todo o universo automóvel da marca, o SUV ganhou maior relevo com a introdução de uma variante híbrida plug-in.

Aliás, uma em cada cinco unidades vendidas corresponderam àquela motorização. 

O Continental GT ganhou também as preferências dos adeptos da Bentley, ao representar 33% das vendas, divididas numa relação de 60/40 para as versões coupé e descapotável. 

Já o Flying Spur teve uma representação de 27% nas vendas globais do construtor britânico. 

O mercado americano manteve-se como o mais representativo da Bentley, com 4.212 unidades vendidas, uma subida de 39% face a 2020. 

Seguiu-se o mercado chinês, com 4.033 exemplares, que dá um pulo de 40% nas vendas face ao ano anterior. 

A Europa "consumiu" 2.520 unidades, seguida da região Ásia-Pacífico, com 1.651, Reino Unido, com 1.328, e o Médio Oriente, com 915 exemplares. 

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.