Pesquisa
Novos Modelos
Renault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a família
11:17 - 09-03-2020
 
Renault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a família
Renault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a famíliaRenault Mégane e-Tech: um híbrido 'plug-in' para toda a família

Depois do Clio e-Tech híbrido de 140 cv e do Captur E-Tech híbrido plug-in de 160 cv, revelados em Janeiro no salão automóvel de Bruxelas, a Renault prossegue a sua ofensiva eléctrica com o novíssimo Mégane e-Tech híbrido plug-in, também de 160 cv.


O modelo electrificado da marca francesa, que o Aquela Máquina teve oportunidade de apreciar em Paris, antes do cancelado evento de Genebra, é mais uma proposta para uma mobilidade sustentável, como é patente nos 100% eléctricos Zoe, Twingo Z.E. e Kangoo Z.E.

Uma bateria de 9,8 kWh permite ao Renault Mégane e-Tech percorrer até 50 quilómetros em modo 100% eléctrico até velocidade de 135 km/hora, aumentando a autonomia para 65 quilómetros em ciclo urbano, segundo o ciclo WLTP.

O nível de consumo de combustível e de emissões poluentes também são assinaláveis: 1,3 litros por cada centena de quilómetros percorridos em ciclo misto, e 30 g/km de dióxido de carbono.

À semelhança do Renault Captur e-Tech , o Mégane e-Tech dispõe de um motor a gasolina de 1.6 litros de nova geração, associado a dois propulsores eléctricos e a uma caixa de velocidades multimodo sem embraiagem.

Esta "ausência" assegura que os arranques são sempre feitos em modo 100% eléctrico, sem recurso ao motor de combustão, com a adaptação automática do sistema de propulsão às condições de condução.


O grupo motopropulsor gere os motores e a sua entrega de potência, de acordo com a aceleração, e com as oportunidades de regeneração da bateria sem qualquer intervenção do condutor.

Em termos tecnológicos, o familiar dispõe de um novo ecrã multimédia de 9,3 polegadas com o sistema Renault Easy Link, de um painel de bordo digital de 10,2 polegadas, e das regulações Multi-Sense com três selecções de condução:


Enquanto o modo Pure permite uma condução 100% eléctrica, desde que a bateria possua um nível de energia suficiente, o modo MySense otimiza o modo híbrido.

A função e-Save permite manter uma reserva de carga, no mínimo, de 40% da bateria, para que a passagem à condução 100% eléctrica aconteça quando assim é pretendido.

Em modo Sport, é possível beneficiar do máximo desempenho resultante da combinação das potências dos três motores.


Sendo um familiar, é importante a capacidade de carga da bagageira, embora a uma parte do espaço disponível seja "roubado" espaço para arrumar o cabo de recarregamento.

Mesmo assim, o Mégane e-Tech oferece 434 litros de capacidade na variante Sport Tourer, menos 87 litros do que a sua congénere com motor térmico.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.