Pesquisa
Novos Modelos
Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco
13:30 - 13-05-2019
 
Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco
Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco Rapide E: Primeiro Aston Martin eléctrico estreou-se no Mónaco

O Rapide E, o primeiro automóvel eléctrico da Aston Martin, fez este fim-de-semana a sua estreia dinâmica no Circuito do Mónaco, antes do E-Prix de Fórmula E.

Apresentado em Abril, no Salão Automóvel de Xangai, o Rapide E fez agora a sua primeira aparição europeia e mostrou-se em pista, conduzido – em duas sessões distintas – pelo piloto Darren Turner, que soma três triunfos nas 24 Horas de Le Mans.

Esta é, de resto, a proposta mais potente da berlina da Aston Martin, tudo graças aos dois motores eléctricos – montados na traseira – que produzem o equivalente a 612 cv de potência e 950 Nm de binário, números que permitem uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 4,2 segundos e uma velocidade máxima (limitada electronicamente) de 250 km/h. Este sistema eléctrico- de 800V - conta ainda com uma bateria com 65 kWh de capacidade, ainda que a marca britânica não tenha feito qualquer referência à autonomia.

"O carro tem o binário e a potência que se espera de um eléctrico, mas eles trabalharam muito para conseguir manter características dinâmicas que tornam um Aston Martin especial", afirmou Darren Turner. "Sinto que hoje é um marco na história da empresa e para mim, ser o primeiro a conduzir um Aston Martin eléctrico é uma honra, particularmente aqui, no Mónaco", atirou o piloto da marca de Gaydon.

Ao serviço de James Bond

Recorde-se que este será o carro oficial de James Bond no próximo filme da saga 007. O agente ao serviço de Sua Majestade vai colocar de parte o Aston Martin DB10 com motor V12 atmosférico e surgir ao volante do eléctrico Rapide E.

A construção do Rapide E começa no último trimestre deste ano, na fábrica de St Athan, no País de Gales, e está limitada a apenas 155 unidades.

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.