Pesquisa
Novos Modelos

Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!

20:55 - 22-11-2022
 
Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!
Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!
Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!

Era uma questão de tempo até a insígnia do escorpião passar para o mundo eléctrico… e nada melhor do que fazê-lo com o seu ex-libris de sempre.

Abarth 500e: ''escorpião'' eléctrico não perde o ronco… artificial!

Tendo como base a mesma plataforma do Fiat 500 eléctrico, o novo Abarth 500e alimentado a electrões distingue-se por uma carroçaria com diferenças subtis.

A mudança mais visível na dianteira está na colocação do logótipo no extremo do capô, para realçar ainda mais o grafismo da marca a toda a largura.

Atrás, o emblema desapareceu por completo, para deixar espaço às letras da insígnia, muito mais identificáveis no trânsito urbano.

Tirando esses elementos percebe-se um novo pára-choques à frente a dar o tom desportivo, e as linhas esguias das saias laterais.

O spoiler frontal branco, as inserções no difusor traseiro, as jantes em liga leve de 18 polegadas e as capas dos retrovisores em cinzento titânio completam o conjunto.

À procura do melhor

A Abarth já tinha afirmado que a criação deste desportivo eléctrico tinha apenas um objectivo: a procura do melhor desempenho.

E esse objectivo terá sido conseguido, já que este Fiat 500 ultra-vitaminado tem um propulsor com uma potência de 114 kW (155 cv) e um binário de 235 Nm.

A ficha técnica aponta para apenas sete segundos para acelerar dos zero aos 100 km/hora.

Nada mau, sabendo-se que o "térmico" Abarth 695 de 180 cv demora apenas menos três centésimos de segundo.

E a sua vivacidade nas recuperações está mais do que assegurada em relação ao rival da "casa.

Dos 20 aos 40 km/hora faz menos um segundo nas acelerações dentro da cidade, e dos 40 aos 60 km/hora fá-lo em 1,5 segundos, quando o Abarth 695 o faz em 2,5 segundos.

A somar ao motor eléctrico mais reactivo está uma distância entre eixos mais longa em 24 mm, e uma maior largura de vias em 60 mm para dar mais apoio.

A distribuição de peso de 57% à frente e 43% atrás assegura um equilíbrio mais consistente para uma melhor dinâmica de condução.

Significa assim que, para além de proporcionar uma resposta mais rápida nas acelerações, melhora a entrada em curva e dá maior velocidade na sua saída.

Pior será a autonomia da bateria de 42 kWh, com a marca do escorpião a não avançar com números.

Sendo a mesma que equipa o Fiat 500e de 118 cv, deverá ficar abaixo dos 330 quilómetros originais entre cargas.

O carregamento de dez a 80% faz-se em cerca de 35 minutos a 85 kW em corrente contínua.

Condução "escorpiante"

Há três modos de condução no Abarth 500e – Turismo, Scorpion Street e Scorpion Track –, com qualquer um deles a soltar fortes emoções ao volante.

Em Turismo, a potência limitada a 100 kW (136 cv) em vez de 114 kW (155 cv), e o binário a 220 em vez de 235 Nm, asseguram acelerações mais suaves.

Já o Scorpion Street solta todas as amarras de potência e binário enquanto maximiza a travagem regenerativa.

Em ambos os modos de condução é possível conduzir com a função one pedal, quase sem tocar no travão.

O modo Scorpion Track, como a própria designação indica, promove o puro desempenho eléctrico em circuito.

Decibéis artificiais

E que fazer da banda sonora que emociona todos aqueles que se sentam ao volante de um Abarth 595 ou 695?

Para os admiradores do bel canto exalados pelas ponteiras de escape do bloco turbo de quatro cilindros, a insígnia do escorpião propõe uma alternativa.

Altos decibéis artificiais a reproduzirem o rugido característico de um motor Abarth a combustão através de um gerador de som.

Para os puristas, é quase um crime de lesa-pátria mas sem dúvida que o Sound Generator acompanha o desempenho do motor para uma reprodução fiel.

Scorpionissima limitada

A estreia do Abarth 500e faz-se com a edição especial Scorpionissima, limitada a 1.949 exemplares para celebrar o ano da fundação do construtor.

Seja na versão coupé ou na variante cabriolet, é proposto nas cores Poison Blue ou Acid Green.

Somam-se as jantes em liga leve de 18 polegadas pintadas em Titanium Grey com acabamento brilhante, os bancos desportivos e os pedais em aço.

O novo desenho dos bancos é enriquecido com um escorpião gravado em relevo no revestimento em Alcantara com pespontos duplos.

De série equipa o ecrã táctil de 10,25 polegadas com Uconnect Radio e navegação integrados.

Os menus Performance, especificamente concebidos para o Abarth 500e, permitem ao condutor acompanhar o seu desempenho em alto ritmo.

Sem datas nem preços previstos para o nosso país, o desportivo eléctrico da marca do escorpião chega ao mercado europeu no próximo ano.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.