Pesquisa
Actualidade

Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?

11:05 - 02-06-2022
 
Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?
Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?Máquina voadora: daria 85 mil euros por este Abarth radical?

É capaz de bater nos 200 km/hora e custa apenas 85 mil euros. É este o preço que um concessionário espanhol pede por este Abarth 1000 TC radical.

O desportivo em questão foi recriado em 1981 a partir de um Fiat 600, e conta apenas com 59.200 quilómetros no hodómetro.

A versão original tinha um motor humilde de 633 cm3 e quatro cilindros, com 21,5 cv para uma velocidade máxima de 95 km/hora.

Evoluções posteriores permitiram-lhe atingir os 25 cv graças a uma cilindrada elevada para os 767 cm3 que o lançava até aos 115 km/hora.

Ora, este Abarth 1000 TC que passou pelas mãos dos engenheiros da preparadora italiana, recebeu um novo motor de 982 cm3.

Os 115 cv de potência que desenvolvia às 8.000 rotações por minuto, e os seus 80 Nm de binário, transformaram-no num verdadeiro "foguete" na estrada.

Com um peso inferior a 800 quilos, é capaz de superar os 190 km/hora, o que tornou uma poderosa arma nas competições em pista para o qual foi criado.

As modificações introduzidas passaram pelo alargamento das vias, reforçadas por jantes Campagnolo a "esconderem" discos de travão nas quatro rodas.

A caixa manual passou das quatro velocidades que equipava o Fiat 600 original para as cinco relações, com o para-brisas a ser unido por uma barra longitudinal.

Claro que, para albergar o motor de maior dimensão e os respectivos escapes, o capô tinha sempre de estar aberto.

Nada de muito grave, já que esse elemento servia como asa traseira para criar a necessária força descendente para "colar" o Abarth 1000 TC ao alcatrão.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.