Pesquisa
Actualidade
COVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de Fremont
13:30 - 18-03-2020
 
COVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontTesla, Elon MuskElon MuskCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de Fremont
COVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontTesla, Elon MuskElon MuskCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de FremontCOVID-19: Tesla obrigada a encerrar a fábrica de Fremont

As autoridades do condado de Alameda, na Califórnia, recorreram esta quarta-feira ao Twitter para esclarecer que a Tesla terá que reduzir a actividade da fábrica de Fremont "às operações básicas mínimas" . "A Tesla não é uma empresa essencial", pode ainda ler-se.

Esta ordem surge um dia depois de Elon Musk ter enviado um e-mail aos funcionários desta unidade de produção a referir que todas as evidências que já tinha visto em relação ao novo coronavírus sugeriam "que isto não está dentro do top 100 dos riscos de saúde nos Estados Unidos", apesar de uma ordem emitida pelo condado que dava conta de que os trabalhadores que se sentissem doentes ou mesmo desconfortáveis não podiam ir trabalhar.

Agora, e depois deste esclarecimento público, Elon Musk está mesmo obrigado a parar a produção e as entregas em Fremont, uma fábrica que emprega mais de 10 mil trabalhadores.

Atrasos no Model Y?

Esta decisão chega numa altura em que a Tesla tinha aumentado a produção para "abraçar" o novo Model Y, um modelo que se espera que venha a ter mais procura do que todos os outros modelos da Tesla combinados.

É certo que a empresa norte-americana conseguiu antecipar a produção e as entregas do Model Y em quase um ano, fruto de algumas melhorias introduzidas que permitiram encurtar o tempo de fabricação e reduzir os custos, e isso fez com que o ciclo do Model Y arrancasse de "vento em popa", sem o turbilhão de problemas que ditaram os atrasos do Model 3. Porém, tudo isto pode agora ficar comprometido.

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.