Pesquisa

Pesquisar Efemérides

Não foi encontrado efemérides para o dia selecionado
Efemérides
9 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F1
00:01 - 09-09-2016
  16
9 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F1
9 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F19 de Setembro de 1979: Scheckter campeão do mundo de F1
A vitória do sul-africano Jody Scheckter no GP de Itália disputado em Monza, garantiu-lhe o título de campeão do mundo e deu à Ferrari a vitória no campeonato de construtores.

Nascido em East London a 29 de Janeiro de 1950, chegou a Londres com 20 anos e notabilizou-se nas fórmulas de promoção com o seu estilo de condução, mas também com alguns aparatosos acidentes. Em 1972, a McLaren garantiu-lhe um lugar no GP dos EUA e a presença em cinco corridas de 1973. No GP de França passou pelo comando, mas acabou por desistir depois de um acidente com Emerson Fittipaldi, o campeão em título, que o considerou "totalmente louco".

Em 1974 ingressou na Tyrrell, que já tinha o potencial de épocas anteriores. Em três temporadas garantiu quatro vitórias, tendo sido um dos pilotos que esteve envolvido no louco P34 de seis rodas, com o qual venceu o GP da Suécia em 1976.

No ano seguinte Jody Scheckter rumou à nova equipa Wolf e garantiu na Argentina a primeira das suas três vitórias, o que aconteceu pela primeira vez na estreia de um monolugar na F1 e que só voltou a repetir-se em 2009 com o Brawn-Mercedes. A qualidade do chassis contrastava com os recursos disponíveis e, se em 1977 o sul-africano ainda esteve na corrida para o título, a segunda temporada foi muito modesta.

Em 1979 chegou à Ferrari para formar equipa com Gilles Villeneuve. Muitos duvidaram da possibilidade de coexistência entre dois pilotos tão diferentes, mas a regularidade do sul-africano, aliada a três vitórias, foram o segredo para a conquista do título. Mas tudo mudou em 1980 onde os resultados foram decepcionantes e Jody até falhou a qualificação para uma das provas. No final do ano, decidiu abandonar a F1.

Fundou a FATS Inc., em Key Biscayne, na Florida, uma empresa que produziu simuladores para treino com armas de fogo. O exército, forças policiais e empresas de segurança privadas tornaram o negócio lucrativo e a venda da empresa deixou o ex-piloto numa excelente situação financeira.
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.