Pesquisa
A6 e-tron: Audi a todo o gás na electrificação da gama

Apresentados na última semana o Q4 e-tron e Sportback e-tron, eis que a Audi mantém o acelerador a fundo na mobilidade eléctrica com o A6 e-tron. 

O protótipo da futura berlina eléctrica Sportback da marca dos quatro anéis foi revelado no salão automóvel de Xangai. 

Nova plataforma eléctrica 

Em relação ao A6 convencional, o Audi A6 e-tron partilha apenas as suas dimensões, reflectidas em 4,960 mm de comprimento por 1,960 mm de largura e 1,440 mm de altura. 

O A6 e-tron será o primeiro Audi a ser construído sobre a plataforma Premium Platform Electric (PPE), desenvolvida em conjunto com a Porsche. 

Para o segundo semestre de 2002 estão previstos os novos Audi Q5 e-tron e Q6 e-tron, assim como a próxima geração do Porsche Macan eléctrico. 

À partida, as principais linhas estéticas do protótipo ficarão muito próximas da versão final que irá entrar na linha de montagem. 

Estética tradicional 

Ao contrário do Q4 e-tron e Q4 Sportback e-tron, que revelam linhas fluidas, o A6 e-tron está mais próximo da linguagem estética tradicional da Audi. 

Significa isso que o desenho fastback do modelo consegue um coeficiente aerodinâmico de Cx 0,22, reforçado por um difusor agressivo que reduz as turbulências dos fluxos de ar. 

À frente destaca-se o enorme painel fechado, delimitado por baixo e nas laterais por várias entradas de ar para refrigerar os componentes do motor eléctrico e da bateria. 

A própria pintura na cor heliosilver, que a Audi diz realçar a estética do Audi A6 e-tron, consegue reflectir uma percentagem significativa da radiação térmica dos raios solares sobre o habitáculo. 

A marca alemã assegura mesmo que, nessas condições, quase não será necessário usar o sistema de ar condicionado em dias de maior calor. 

A nível tecnológico realça-se ainda o sistema luminoso que o modelo irá integrar, com os faróis Digital Matrix LED a atingirem uma qualidade quase cinematográfica. 

Ao actuarem como mini-projectores, o A6 e-tron pode projectar um jogo de vídeo numa parede, para condutor e passageiros jogarem enquanto esperam pelo carregamento da bateria. 

Atrás, o protótipo recebe novos farolins com efeito 3D, constituídos por uma nova geração de elementos OLED digitais que actuam como uma ecrã com uma faixa contínua luminosa. 

Além disso, é possível criar variações luminosas personalizáveis ao gosto pessoal de cada condutor. 

Mais de 700 km com uma carga 

Em termos de autonomia, o A6 e-tron está preparado para circular mais de 700 quilómetros com uma única carga da bateria de 100 kW localizada entre os eixos, partilhando a tecnologia de carregamento de 800 watts com o e-tron GT. 

A Audi afirma que dez minutos de carregamento serão suficientes para ganhar mais de 300 quilómetros de autonomia, demorando 25 minutos para conseguir 80% da carga total da bateria. 

A dar força às quatro rodas da berlina estão dois motores eléctricos com 350 kW (470 cv) de potência e 800 Nm de binário. 

As versões mais básicas, no entanto, terão apenas um motor eléctrico, para uma aceleração de sete segundos dos 0 aos 100 km/hora, demorando menos de quatro segundos as variantes de alto desempenho. 

Os futuros "eléctricos" da Audi baseados na PPE serão fabricados na Europa e na China, com a fabricante a reforçar a sua parceria com a chinesa First Automobile Works (FAW). 

Já o Porsche Macan electrificado construído na mesma plataforma, será produzido no Velho Continente. 

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.