Pesquisa
Agora é que é! SSC Tuatara é o mais rápido do Mundo!

Não chegou aos 508,73 km/hora da primeira e polémica tentativa mas, definitivamente, o SSC Tuatara é o hiper carro de produção mais rápido do nosso planeta

O bólide registou uma velocidade média oficial de 455,3 km/hora nas duas passagens obrigatórias de ida e volta

O recorde foi conseguido a 17 de Janeiro no Johnny Bohmer Proving Grounds do Centro Espacial Kennedy, na Florida, onde antes aterravam os space shuttles

Na passagem de ida, foram atingidos os 450,1 km/hora, com a da volta a registar 460,4 km/hora, para uma velocidade média de 455,3 km/hora. 

Na segunda passagem, a SSC North America explicou que o hiper desportivo precisou apenas de 2,87 segundos para acelerar dos 441 aos 460 km/hora. 

Se é verdade que ficou a mais de 50 km/hora do recorde que os especialistas consideraram "aldrabado", também foi mais do que o suficiente para bater os 447,2 km/hora registados em 2017 pelo Koenigsegg Agera RS.

E, para que ninguém pudesse contestar o resultado, a SCC North América trouxe toda uma panóplia de instrumentos de medição da velocidade de que se lembraram. 

"Tínhamos lá a Racelogic com seu equipamento VBOX, assim como a Life Racing, a Garmin e a International Mile Racing Association", explicou Jerod Shelby ao portal Car and Driver

O dono da construtora automóvel sublinhou ainda que foram usado todos os equipamentos das quatro "testemunhas", que acabaram por considerar a Racelogic e a VBOX "a ferramenta de medição mais respeitada". 

Recorde-se que na primeira tentativa para bater o recorde de velocidade, em Outubro do ano passado, a SSC North América tinha assegurado que o Tuatara tinha atingido uma média de 508,73 km/hora nas duas passagens obrigatórias. 

Vários youtubers deram "cabo" da marca alcançada ao calcularem os números e as distâncias no Google Maps

Ao compará-los com o vídeo disponibilizado pela construtora, confirmaram que era impossível o hiper carro conseguir aquela velocidade indicada pela telemetria. 

Em Dezembro foi feita segunda tentativa, que foi abortada por problemas de sobre-aquecimento no SSC Tuatara. 

Com o teste a realizar-se numa pista com apenas 3,7 quilómetros para acelerar, e pouco mais de 1,1 quilómetros para desacelerar, Jacob Shelby destacou que era impossível ao hiper carro chegar às 300 milhas/hora (483 km/hora). 

A somar a essa condicionante, a SSC permitiu que fosse Larry Caplin, dono do Tuatara em teste, a conduzi-lo em vez de Oliver Webb, o piloto oficial que tentou bater o recorde em Outubro. 

Além disso, optaram por relações mais curtas na caixa de velocidades, para compensar o encolhimento da distância de aceleração. 

"Ainda tínhamos disponíveis cerca de 300 cv de potência quando fizemos a primeira das duas passagens", afirmou Jacob Shelby, e prometeu que este recorde é um trabalho que ainda está em curso, prometendo novas tentativas num futuro próximo. 

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.