Pesquisa
Tome Nota

ANSR alerta para aumento de condutores com excesso de álcool

18:05 - 14-01-2022
 
ANSR alerta para aumento de condutores com excesso de álcool

O número de condutores com excesso de álcool está a aumentar, assim como o número de detidos, segundo a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. 

Foi Carlos Lopes, da ANSR, quem o confirmou esta sexta-feira, na apresentação do balanço provisório de 2021 da sinistralidade e fiscalização rodoviária. 

Segundo os dados provisórios, o número de infracções por álcool aumentou 1,65% em 2021 face a 2020, e o número de condutores detidos subiu 26%. 

"A criminalidade rodoviária, medida em número total de detenções, aumentou 27% em 2021, atingindo 25.388 condutores", precisam os dados. 

"Do total, 47% deveu-se ao álcool, com um aumento de 26% em comparação ao verificado no ano transacto". 

Patrícia Gaspar, secretária de Estado da Administração Interna, que também participou na apresentação do relatório, disse à agência Lusa que agora é necessário perceber quais os motivos para este aumento de automobilistas a conduzirem sob o efeito do álcool devido à inversão da tendência. 

O balanço feito esta sexta-feira indica também que, em 2021, as infracções por falta de inspecção periódica obrigatória aumentaram 53% face a 2020. Esta subida, para ANSR, poderá estar relacionada com razões económicas. 

No total, foram fiscalizados mais de 112,4 milhões de veículos em 2021, um aumento de 9% em relação a 2020. Os radares de controlo de velocidade da ANSR foram responsáveis por 90% do total dos veículos fiscalizados. 

Nessas acções de fiscalização, foram detectadas 1.122.479 infracções, o que representa uma diminuição de 8% face ao ano anterior. 

Tal valor deveu-se, em grande parte, à redução de 23% das infracções registadas nos radares da ANSR. 

A entidade justifica que é "consequência do funcionamento eficiente deste sistema, que é acompanhado por uma redução dos indicadores de sinistralidade nos locais onde os radares estão instalados". 

As infracções por excesso de velocidade baixaram 13% em 2021 face a 2020, mas representaram 60% do total das multas. 

A ANSR sublinhou ainda que, entre 2017 e 2021, o número de autos de contra-ordenação decididos aumentou 55%. 

Já os autos de contra-ordenação prescritos diminuíram 99%, tendo passado de 61.676 prescritos, em 2017, para 716, em 2021. 

Os dados provisórios indicam ainda que, até ao final do ano passado, 438.739 condutores foram sancionados com a subtracção de pontos na carta de condução. 

Tal corresponde a um aumento de 80% face a 2020 (244.258 condutores), e 1.810 condutores viram a sua carta cassada, dos quais 439 em 2021 (24% do total). 

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.