Pesquisa
Super Carros

Bugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110S

11:44 - 24-01-2023
 
Bugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110S
Bugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110SBugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110S
Bugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110S
Bugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110S
Bugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110S

O Bugatti Centodieci ainda não tinha subido à linha de montagem e já os dez exemplares estavam completamente esgotados.

Bugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110S

E nem os 8 milhões de euros que custa cada unidade afastou os milionários fãs da marca, desejosos de inculcarem as suas próprias personalizações.

O dono americano deste Centodieci quis fazer uma homenagem ao EB110S que correu nas 24 Horas de Le Mans.

O estilo replica de forma quase perfeita esse super desportivo que se estreou em 1994 na prova de resistência, configurando-o no mesmo estilo.

"A herança é algo que considero emocionalmente atraente e inspiradora", sublinhou o proprietário deste extraordinário Centodieci.

"Quando o EB110 correu em Le Mans, parecia que a linhagem da Bugatti tinha evoluído na perfeição".

Celebrar o passado enquanto se desfruta do presente também é uma emoção gratificante.

"Valorizo o sentido da história para encontrar uma conexão com o passado; isso torna-o muito mais especial", concluiu o proprietário que quis manter-se anónimo.

A estreia do Bugatti EB110S nas 24 Horas de Le Mans em 1994 não foi, no entanto, nada feliz.

A 18 de Maio, arrancou no 17.º lugar da grelha de partida que tinha conseguido nas provas de qualificação.

Bugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110S

No circuito de La Sarthe, o super desportivo alcançou 190,55 km/hora de velocidade máxima.

Mais sublime foram os 4:16,94 minutos na volta mais rápida que conseguiu para percorrer os 13,626 quilómetros da pista.

No dia seguinte, 19 de Maio, e após 230 voltas cumpridas, o piloto Jean-Christophe Boullion foi atirado para fora da pista por um malfadado Dodge Viper.

O incidente ocorreu após 23 horas e 13 minutos de prova, quando faltavam 47 minutos para ver a bandeira axadrezada.

Este Bugatti EB110S, que posteriormente recebeu o epíteto 'Le Mans'; foi impressionante para um milionário monegasco.

Sem pestanejar duas vez, encomendou dois exemplares deste super desportivo para participar no campeonato americano de resistência organizado pela IMSA.

Bugatti Centodieci decorado à Le Mans celebra EB110S

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.