Pesquisa
Salões
Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC
12:48 - 14-01-2020
 
Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC
Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC
Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC
Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC

Era uma das apresentações mais aguardadas no Auto Salão de Tóquio que decorreu no último fim-de-semana na capital japonesa, e a verdade é que a estreia oficial do novíssimo Toyota GR Yaris não desiludiu.

Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC

Tendo como principais rivais os Ford Fiesta ST, Renault Clio RS e Volkswagen Polo GTI, o o segundo modelo da marca nipónica com a insígnia GR apresenta-se com um trunfo que pode fazer a diferença: a tracção às quatro rodas.

Toyota GR Yaris: pequeno selvagem com espírito WRC

A alimentar o desportivo está um motor 1.6 litros turboalimentado de três cilindros com 261 cv e 360 Nm, embora para o mercado japonês esteja prevista uma versão mais potente: 272 cv de potência e 370 Nm de binário.

A colocar a potência no solo está uma caixa manual de seis velocidades, com a tracção integral a poder ser melhorada com dois diferenciais Torsen de deslizamento limitado se se optar pelo Circuit Pack.

Esta proposta compreende uma suspensão ainda mais afinada, apoiado em rodas forjadas de liga leve de 18 polegadas equipadas com pneus Michelin Pilot Sport 4s 225/40.

Para tirar o melhor partido na estrada, o compacto desportivo é avançado com três modos de condução: ‘Normal’, Sport’ e ‘Track’, com o binário a ser distribuídos entre os eixos dianteiro e traseiro, respectivamente, nas relações 60:40, 30:70 e 50:50

De acordo com a selecção feita, o binário é ajustado de forma automática segundo as condições do piso, o comportamento do carro e o estilo de condução.

Significa isso que o binário pode ser distribuído, até 100%, para o eixo dianteiro ou traseiro em determinadas situações, melhorando a aderência à estrada e permitindo curvas bem mais rápidas.

Tendo um peso de 1280 quilos e uma relação peso/ potência de 4,9 kg por 1 cv, faz menos de 5,5 segundos dos 0 aos 100 km/hora e uma velocidade máxima de 230 km/hora electronicamente controlada.

Para travar toda esta potência, o mini desportivo está equipado com discos dianteiros ventilados de 356 mm com pinças de quatro pistões, e discos traseiros ventilados de 297 mm com pinças de dois pistões.

As opções estilísticas imprimidas no Toyota GR Yaris tentam corresponder ao espírito rebelde que deverá alardear na estrada. O tejadilho, inclinado até à porta da bagageira, termina numa pequena mas pronunciada asa traseira.

À frente, uma ampla entrada de ar, complementada por umas cavas "musculadas" para acomodar as rodas de 18 polegadas, e um difusor para integrar os escapes duplos fazem o remate final.

A sigla GR está presente um pouco por todo o lado no habitáculo do desportivo, dominado por couro preto e Alcântara com pespontos vermelhos, nomeadamente, nos apoios de cabeça dos bancos dianteiros, assim como no volante e nos gráficos do painel de instrumentos.

Ainda sem preços anunciados, o Toyota GR Yaris será o primeiro modelo homologado para o Mundial de Ralis WRC desde que a produção do Celica GT-Four terminou em 1999.

Divertido é saber que já existe uma petição para "obrigar" a vender o desportivo nos Estados Unidos e no Canáda, algo que não está nos planos da marca já que o modelo se destina aos mercados europeu e nipónico. 

"A Toyota tomou medidas para revitalizar a sua marca com a reintrodução do novo GR Supra", reza o texto da petição assinada já por quase 500 pessoas no portal Change.org, desde que o modelo foi apresentado na sexta-feira.

"O problema é que o preço do carro está, em geral, fora do alcance de grande parte da população, e não é a melhor escolha como um carro para ser conduzido durante todo o ano em regiões onde neva cinco meses por ano".

A pressão é, por isso, justificada para os subscritores: "assine esta petição para dizer que quer este desportivo AWD inovador, divertido e acessível nas nossas estradas!".

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.