Pesquisa
Novos Modelos
Novo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre
13:52 - 26-10-2018
 
Novo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhões
Novo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhõesNovo Speedtail é o McLaren mais potente e rápido de sempre e custa 1.97 milhões

Depois de muitos meses de especulação a McLaren resolveu apresentar ao mundo o McLaren Speedtail, o herdeiro do icónico McLaren F1, que será capaz de chegar aos 403 km/h e que tem um preço de 1.97 milhões de euros… antes de impostos! É o McLaren mais potente e mais rápido de sempre.

Nascido para ser um dos automóveis mais rápidos do planeta, este Speedtail é inspirado no McLaren F1, mas faz-nos lembrar de imediato outro modelo muito especial, o Jaguar XJ220.

A aerodinâmica revolucionária deste modelo está na base de uma imagem que pode não agradar a todos, mas que coloca este Speedtail numa categoria à parte, já que apresenta uma carroçaria diferente de tudo o que existe no mercado, feita para oferecer o mínimo de resistência possível ao ar.

E não pense que a tecnologia deste modelo se esgota na forma da carroçaria, a lembrar uma lágrima. É que à medida que olhamos para o Speedtail encontramos novos e espectaculares detalhes que foram pensados com apenas um objectivo em mente: alcançar o maior rendimento possível. Falamos das jantes dianteiras fechadas, da ausência de espelhos retrovisores (substituídos por um par de câmaras retrácteis), dos dois "ailerons" traseiros activos e de um sistema hidráulico que reduz a altura ao solo para aumentar a velocidade de ponta.

As asas traseiras móveis assumem vários papéis de acordo com as necessidades de cada momento. Tanto podem funcionar como travões, para ajudar este "monstro" a parar, como podem alinhar-se para garantir que o Speedtail alcança a sua máxima velocidade, os 403 km/h.

Também o sistema hidráulico foi pensado com as "performances" em mente. No modo "Velocity", as câmaras laterais são recolhidas e a altura ao solo deste hiperdesportivo desce em 35 mm, tudo para melhorar a dinâmica do fluxo do ar e permitir que o Speedtail ultrapasse com facilidade a barreira dos 400 km/h.

Tal como acontecia com o McLaren F1, este Speedtail tem um habitáculo para três ocupantes, com o banco do condutor ao meio, numa posição ligeiramente avançada face aos outros dois bancos. O espaço disponível é pouco, já que tudo foi optimizado em função da experiência do condutor, basta ver o enorme painel central composto por três ecrãs. Nas extremidades, junto aos pilares A, estão os dois ecrãs que mostram em tempo real o que as câmaras exteriores estão a filmar, permitindo assim substituir os espelhos laterais convencionais.

Mas o detalhe que mais salta à vista é a consola central montada no tejadilho, a fazer lembrar os comandos de um avião. É lá que pode ligar e desligar o motor, activar os vários modos de condução e alternar entre os modos da transmissão.

Monstro híbrido com 1.050 cv de potência

O McLaren Speedtail é alimentado por um sistema propulsor híbrido que combina um um motor V8 biturbo de 4.0 litros com uma unidade eléctrica mais potente do que a que a McLaren tinha montado no P1. O resultado é uma potência combinada de 1.050 cv, número que permite uma aceleração dos 0 aos 300 km/h em apenas 12,8 segundos, 2,7 segundos mais rápido do que o McLaren P1.

O preço de 1.97 milhões de euros (antes de impostos) pode parecer uma fortuna, mas a verdade é que as 106 unidades que a marca de Woking vai produzir já estão todas vendidas, com as primeiras a serem entregues no início de 2020.

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.