Pesquisa
Novos Modelos

Mercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cv

22:16 - 27-04-2022
 
Mercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cv
Mercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cvMercedes-AMG C43: uma 'fera' híbrida de 408 cv

Passado pouco mais de um ano sobre o lançamento do novo Classe C, eis que chega ao mercado a primeira variante preparada pela divisão desportiva da insígnia da estrela de três pontas.

O Mercedes-AMG C43 4MATIC apresenta detalhes estéticos que o diferenciam dos "irmãos" mais convencionais, acompanhado de um interior bem mais luxuoso.

Estética muito sóbria?

Poder-se-ia esperar um visual bem mais agressivo mas os técnicos da AMG optaram antes por uma estética mais sóbria e elegante para o C43 4MATIC.

Claro que o principal elemento distintivo está na famosa grelha Panamericana, a confirmar que não se está perante um desportivo vulgar.

O pára-choques dianteiro assegura também um maior impacto na estrada, reforçado pelas inserções cromadas e pelos detalhes em preto.

Atrás, não se ignora a pequena asa integrada na porta da bagageira nem o difusor onde estão acomodados as quatro saídas de escape.

As jantes em liga leve de 18 polegadas são de série mas à escolha estão ainda jogos com 19 e 20 polegadas.

Abrem-se as portas e é-se imediato envolvido pelo ambiente desportivo, com os bancos em pele e os pespontos a vermelho no tabliê, na consola central e nos painéis das portas.

O equipamento digital é composto por um painel de instrumentos de 12,3 polegadas e um sistema de infoentretenimento MBUX de 11,9 polegadas

Potência a rodos

A apoiar o visual distinto está um bloco a gasolina de 2.0 litros e quatro cilindros, em substituição do anterior V6, complementado com um turbocompressor eléctrico em tudo semelhante ao que equipa o AMG SL 43.

Contudo, face aos 381 cv e 480 Nm debitados pelo roadster, o AMG C43 4MATIC com hibridação ligeira de 48 volt avança com 408 cv e 500 Nm.

A potência e o binário são passados às quatro rodas através de uma caixa automática AMG SpeedShift de nove relações.

Os números na estrada são mais do que entusiasmantes: 4,6 segundos dos zero aos 100 km/hora, com a carrinha a demorar mais uma décima de segundo.

A velocidade máxima está limitada aos 250 km/hora por via electrónica mas, caso se opte pelo pacote AMG Driver’s, esse desempenho solta-se até aos 265 km/hora.

Além disso, e quando em aceleração total, durante alguns segundos o motor eléctrico consegue entregar mais 14 cv de potência.

O troar do escape está mais do que assegurado graças a um sistema que adapta a banda sonora de acordo com o estilo de condução seleccionado e o regime do motor.

Em determinados modos de condução, dos seis que possui (Comfort, Sport, Sport +, Slippery, Race Start e Individual), a transmissão integral pode distribuir a potência e enviar até 69% do binário às rodas traseiras.

Também de série é a suspensão adaptativa AMG Ride Control e o sistema de direcção que vira as rodas traseiras num ângulo até 2,5 graus.

Desconhecido é a data em que o Mercedes-AMG C43 4MATIC chega ao mercado nacional e por que preços.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.