Pesquisa
Novos Modelos

Kimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini Racing

20:50 - 25-03-2022
 
Kimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini RacingKimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini RacingKimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini RacingKimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini RacingKimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini RacingKimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini RacingKimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini Racing
Kimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini RacingKimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini RacingKimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini RacingKimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini RacingKimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini RacingKimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini RacingKimera EVO37: tributo ao Lancia 037 nas cores Martini Racing

Entregue esta semana o primeiro Kimera EVO37, a fábrica italiana recriou o restomod que homenageia o Lancia 037 com as mesmas cores da Martini Racing que o pintavam.

O resultado final é fantástico neste tributo ao último desportivo com tracção traseira a ganhar um Mundial de ralis em 1983.

A Kimera Automobili anunciou esta sexta-feira que o seu carro irá correr no Rali Histórico Costa Smeralda, que acontece a 8 e 9 de Abril na ilha da Sardenha.

E, para tornar tudo ainda mais realista, o EVO37 será pilotado por Miki Biasion, que pilotou o modelo original do Grupo B entre 1983 e 1985.

A escolha não é nenhuma surpresa já que o bicampeão do Mundial de WRC teve uma participação activa no desenvolvimento do restomod.

Para além das cores originais, o EVO37 está também "calçado" com pneus Pirelli, algo relevante para a marca que celebra este ano o seu 150.º aniversário.

A versão que Biasion irá conduzir é o protótipo que correu no último rali de Monte Carlo, e usado para desenvolvimentos técnicos e afinações específicas prévios à produção limitada de 37 exemplares.

O Kimera EVO37 é alimentado por um bloco com turbo-compressor de 2.1 litros e quatro cilindros, com 521 cv e 550 Nm.

O motor foi construído sob a orientação de Claudio Lombardi, o engenheiro que esteve por trás do desenvolvimento do propulsor do Lancia 037.

Todos os painéis são feitos em fibra de carbono e a potência e binário são passados às rodas traseiras através de uma transmissão manual de seis relações.

Dos 37 exemplares que irão ser produzidos, 26 já foram vendidos, com cada unidade a chegar aos 480 mil euros.

Os restantes nove custam agora 540 mil euros cada um mas incluem de série diversos recursos que antes eram opcionais.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.