Pesquisa
Actualidade

Mercedes-Benz aponta ao futuro e aposta nos eléctricos, na AMG e na Maybach

19:16 - 06-10-2020
 
Mercedes-Benz aponta ao futuro e aposta nos eléctricos, na AMG e na MaybachMercedes-Benz aponta ao futuro e aposta nos eléctricos, na AMG e na MaybachMercedes-Benz aponta ao futuro e aposta nos eléctricos, na AMG e na Maybach
Mercedes-Benz aponta ao futuro e aposta nos eléctricos, na AMG e na MaybachMercedes-Benz aponta ao futuro e aposta nos eléctricos, na AMG e na MaybachMercedes-Benz aponta ao futuro e aposta nos eléctricos, na AMG e na Maybach

A Mercedes-Benz anunciou esta terça-feira o seu novo plano estratégico para os próximos anos, que tem como objectivos principais conquistar novos clientes, desenvolver as suas submarcas e claro, aumentar a rentabilidade.

Numa altura em que a indústria automóvel atravessa um período difícil, por culpa da pandemia que afectou todo o planeta, o novo plano estratégico da marca de Estugarda confirma o compromisso com a electrificação da sua gama e desvenda os passos da marca para reforçar a sua posição como fabricante de luxo.

Conquistar novos clientes

Um dos objectivos principais da Mercedes-Benz para os próximos anos passa por conquistar novos clientes e para isso a marca alemã propõe uma solução bastante simples: apostar no desenvolvimento das suas submarcas.

Além de continuar a dinamizar a Mercedes-AMG e a Mercedes-Maybach, a fabricante germânica quer apostar no desenvolvimento da submarca de modelos eléctricos EQ e criar a submarca G, que tal como o nome sugere terá por base o icónico Mercedes-Benz Classe G.

Para a Mercedes-AMG, o objectivo passa, numa primeira fase, pela electrificação da gama já em 2021. A somar a isto, a marca alemã quer aproveitar ainda mais o sucesso que tem somado na Fórmula 1.

Quanto à Mercedes-Maybach, a aposta passa por aumentar a gama (para o dobro) e tirar proveito de oportunidades globais, entre elas a elevada procura de automóveis de luxo por parte do mercado chinês.

Quanto à submarca EQ, que tem no novo EQC o seu pilar principal, o objectivo passa por captar novos clientes graças à aposta na tecnologia.

Por fim, para a submarca "G", a ideia é capitalizar ainda mais o icónico jipe que já soma 400 mil unidades vendidas desde 1979. Pouco se sabe sobre esta nova divisão da marca, mas já está confirmado que terá propostas totalmente eléctricas.

EQS está quase a chegar

Para a submarca EQ, a Mercedes-Benz quer continua a apostar em plataformas eléctricas dedicadas, um elemento diferenciador face a outras marcas concorrentes. 

O EQS, que deverá chegar ao mercado em 2021 e que já se encontra numa fase avançada dos testes, vai estrear uma plataforma eléctrica dedicada, denominada EVA (Electric Vehicle Architecture), que também servirá de base para o EQS, o EQE e o EQE SUV.

Aposta no software

O novo plano estratégico da Mercedes-Benz dá conta ainda de uma forte aposta na área do software para automóveis. 

Destaca-se o novo sistema operativo MB.OS., desenvolvido pela própria marca alemã, que permite a centralização do controlo dos vários sistemas dos seus modelos, bem como dos interfaces usados pelos consumidores. Este sistema operativo será lançado em 2024 e vai permitir actualizações mais frequentes.

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.