Pesquisa
Actualidade
Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021
14:23 - 11-11-2016
  72
Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021
Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021Alfa Romeo quer lançar nove modelos até 2021
Os novos modelos da Alfa Romeo têm sofrido inúmeros adiamentos mas a marca italiana continua empenhada em lançar nove novas criações nos próximos cinco anos.

E se estes atrasos já causaram atrasos no lançamento do novo Alfa Romeo Giulia, também provocaram uma pequena revolução dentro do seio da marca de Arese, com Sergio Marchionne, o CEO do Grupo Fiat/Chrysler (FCA) a afastar Harald Wester da direcção da Alfa Romeo/Maserati. Para o seu lugar chegou Reid Bigland, antigo chefe da Alfa Romeo na América do Norte e antigo CEO da Ram e da Dodge, com o objectivo de fazer frente aos rivais alemães.

Mas para isso acontecer os responsáveis da Alfa Romeo sabem que terão aumentar a oferta e o objectivo passa por lançar no mercado nove veículos até 2021, sendo que um dos planos principais é explorar a enorme procura de que os SUV têm sido alvo nos últimos anos e o Stelvio, que será apresentado no salão de Los Angeles da próxima semana é já uma resposta a isso.

"O nosso objectivo é fazer frente a frente aos alemães, mas isso não é um plano para dois anos. Não vamos lá chegar assim tão rápido. Eles estão em todos os segmentos e nos seus derivados", começou por dizer Bigland, citado pela publicação britânica "Autocar".

"Mesmo com o novo SUV [Stelvio], só vamos cobrir cerca de 50 por cento do mercado. Temos que escolher a nossa estratégia e acertar. Temos a oportunidade de fazer o melhor carro possível em cada lançamento", acrescentou.

Em cima da mesa estarão já outros projectos, tais como um novo Brera e a versão carrinha do Giulia ou do Giulietta. Porém, a resposta do mercado ao Stelvio será fundamental para a marca definir o próximo passo. Contudo, uma das principais prioridades da marca de Arese continua a ser a afirmação nos Estados Unidos e no mercado asiático, nomeadamente na China.

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.