Pesquisa
Valour recupera mística dos super coupés nos 110 anos da Aston Martin

Valour é a prenda de anos dos adeptos da potência e da velocidade, para festejar o 110.º aniversário da Aston Martin.

O coupé é uma reinterpretação do RHAM/1 Muncher que entrou nas 24 Horas de Le Mans em 1980 mas deriva antes do Victor, uma edição única de 848 cv.

O V12 biturbo de 5.2 litros que assume não chega àquele valor mas, mesmo assim, tem todos os ingredientes para acelerar os batimentos cardíacos.

São 715 cv e 753 Nm passados às rodas traseiras através de uma excitante caixa manual de seis relações com diferencial mecânico autoblocante.

E, a reflectir a mística dos desportivos dos anos 70, os mecanismos por onde a alavanca "passeia" estão bem à vista.

Fantástica é a concepção do manípulo, a combinar titânio, alumínio maquinado, fibra de vidro e de carbono, e madeira de nogueira.

Não há detalhes sobre o seu desempenho mas, comparando com o mesmo V12 do Vantage, podem esperar-se 3,4 segundos para bater nos 100 km/hora.

Visual à anos 70

A reflectir todo o poder do Aston Martin Valour está uma estética elegante mas muito agressiva, como nas propostas mais recentes da insígnia britânica

A carroçaria em fibra de carbono está repleta de nervuras, com o visual a ser realçada pelos típicos faróis redondos dos anos 70

A decoração a bordo é bem mais moderna, mesmo com a peculiaridade de a caixa das mudanças ter os mecanismos expostos.

Detalhes cromados em fibra de carbono revestem o habitáculo, dando um ar retrofuturista ao conjunto.

Claro que há sempre a possibilidade de optar por uma estética mais tradicional, com os bancos a poderem ser forrados por lã ‘tweed’.

Travagens fortes

Quanto à mecânica, travões carbono-cerâmicos asseguram travagens eficazes, à conta dos discos de 410 mm à frente agarrados por pinças de seis pistões.

Atrás, medem 360 mm de diâmetro, suportados por pinças de quatro pistões, com o conjunto a poder resistir a temperaturas até 800 °C.

A "escondê-los" estão jantes em alumínio forjado de 21 polegadas, "calçadas" por pneus Michelin Pilot Sport S 5 específicos para este modelo.

Limitado a 110 exemplares, que deverão já estar esgotados, o seu preço poderá chegar ao milhão de euros, com as primeiras entregas a serem feitas antes do final do ano.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.