Pesquisa
Um sonho nada barato: Mercedes-AMG GT Coupé já tem preço

Para quem gosta de emoções extremas, nada melhor do que sentar-se ao volante do novo Mercedes-AMG GT Coupé.

O super desportivo está mais feroz do que nunca, à conta do bloco V8 biturbo de 4.0 litros desenvolvido pela insígnia de Affalterbach.

A distingui-lo estão características de condução extremamente dinâmicas, como reflecte a sua estética, mas mais adequadas a uma condução quotidiana.

Já na segunda geração, a versão 63 4MATIC+ com 585 cv e 800 Nm já pode ser encomendado no nosso país.

Ambição de acelerar

Não é nada fácil ficar indiferente ao novo Mercedes-AMG GT Coupé, agora numa configuração 2+2 face aos dois lugares que o antecessor possuía.

Se o visual recorda a primeira versão, a sua estrutura é bem distinta ou não partilhasse ele a mesma plataforma em que assenta o Mercedes-AMG SL.

Essa diferença percebe-se logo no crescimento em 19 centímetros, para os 4,73 metros de comprimento, e pela dominância de um capô que parece não ter fim.

A estética é reforçada pelas jantes em liga leve de 20 polegadas, que opcionalmente podem ser de 21 polegadas.

A vida a bordo segue o visual daquele roadster, com o painel de instrumentação de 12,8 polegadas e o ecrã táctil multimédia MBUX de 12,3 polegadas.

Presente está um avançado assistente de voz, a que se soma a funcionalidade Track Pace para exibir dados úteis numa condução mais acelerada.

Aerodinâmica ao ponto

Um olhar mais atento percebe neste AMG GT Coupé a presença de diversos elementos para melhorar a aerodinâmica numa condução mais emocionante

A asa traseira está concebida para actuar a partir dos 80 km/hora, variando ângulo de inclinação até cinco posições.

A grelha panamericana dispõe de painéis que abrem ou fecham segundo as necessidades de refrigeração do motor.

Uma peça em fibra de carbono na parte inferior pode ser rebaixada até 40 milímetros para criar maior força descendente à frente.

Há ainda a possibilidade de optar por um pacote mais aerodinâmico com vários apêndices para a carroçaria, como a troca da asa traseira móvel por uma fixa.

Acelerar até aos 315 km/h

Mesmo abusando de materiais como o alumínio, magnésio, fibra de carbono e aço de alta resistência no chassis e na carroçaria, o AMG GT não é nada leve.

Nada de mais já que os 585 cv e 800 Nm deste GT 63 4MATIC+ chegam para levar os seus 1.970 quilos aos 100 km/hora em 3,2 segundos.

A passar a potência e o binário às quatro rodas direccionais, para chegar aos 315 km/hora está uma caixa automática AMG SpeedShift MCT 9G.

Como em outros modelos da AMG, dispõe de vários modos de condução que modificam o funcionamento do motor, direcção, transmissão ou suspensão.

Smooth, Comfort, Sport, Sport+, Race e Individual são os seis modos disponíveis, com influência directa no som do escape e nas ajudas electrónicas.

As encomendas para o Mercedes-AMG GT 63 4MATIC+ Coupé já estão abertas com um preço de partida de 245.350 euros.

Desconhece-se, de momento, o preço e a chegada da variante mais "dócil" que é o AMG GT 55 4MATIC+ Coupé de 476 cv e 700 Nm com o mesmo V8 biturbo.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.