Pesquisa
Intimidante: Mercedes-AMG C 63 S E Performance já tem preços

O Classe C mais rápido e agressivo de sempre da Mercedes já está aberto às encomendas no nosso país.

Como a própria designação indica, o AMG C 63 S E Performance ganha uma motorização híbrida plug-in inédita com 680 cv e 1.020 Nm.

Do largo equipamento que traz de série, destacam-se a tracção integral variável 4MATIC+ com eixo traseiro direccional activo.

Adeus ao V8 biturbo

É com pena que se assiste ao fim do V8 biturbo, reconhecido pela estrondosa melodia que oferecia a cada pisadela no acelerador.

Todavia, os adeptos de desportivos de alto desempenho não ficarão desiludidos com este Mercedes-AMG C 63 S E Performance.

A equipá-lo está um inédito sistema motriz electrificado, com um bloco turbo de 2.0 litros com 476 cv e 545 Nm.

Está aliado a um motor eléctrico de 150 kW (204 cv) e 320 Nm, para uma potência e binário totais de 680 cv e 1.020 Nm.

Há um segundo propulsor eléctrico que funciona como motor de arranque e fornecedor de energia para componentes com a iluminação ou a climatização.

O motor de combustão está sobrealimentado com um turbocompressor eléctrico, derivado da mesma tecnologia usada no Mercedes-AMG One.

A bateria com arquitectura de 400 volt tem apenas capacidade para uns "miseráveis" 13 quilómetros de autonomia.

Todavia, ao contrário de outros híbridos plug-in convencionais, não é a autonomia que está em causa mas antes o rendimento do desportivo.

Tais números encontram correspondência nas acelerações: 3,4 segundos para bater nos 100 km/hora.

A velocidade máxima a ser limitada a 250 km/hora… mas há a opção de elevá-la até aos 280 km/hora.

Os consumos médios estão homologados em redor dos 6,9 litros por cada 100 quilómetros, com as emissões de CO2 a chegarem aos 156 g/km.

Afinações extremas

Quanto à transmissão, a Mercedes-AMG optou pela AMG Speedshift MCT 9G de nove relações para enviar às quatro rodas motrizes os 680 cv do conjunto híbrido.

A apoiar está o sistema AMG Performance 4MATIC+ com diferencial autoblocante activo e modo drift.

A suspensão AMG Ride Control combina molas helicoidais e amortecedores controlados por via electrónica nos modos Comfort, Sport e Sport +.

Os travões de origem comportam discos em aço com pinças em alumínio (opção para carbono-cerâmicos) com seis pistões no eixo dianteiro, e flutuantes no traseiro.

Agressividade disfarçada

O toque desportivo do AMG C 63 S E Performance encontra correspondência na grelha e nas entradas de ar mais proeminentes sobre o capô e nas laterais do pára-choques.

Atrás distingue-se igualmente a pequena asa sobre a porta da bagageira e o difusor "discreto" onde se refugiam os dois escapes duplos.

Umas jantes em liga leve exclusivas de 19 polegadas dão mais impacto ao desportivo, sendo dada a opção por rodas forjadas de 20 polegadas.

Essas alterações estéticas, face ao classe C convencional, fizeram com crescesse mais 83 mm em comprimento, para os 4,83 metros, e 76 mm em largura, para 1,90 metros.

O interior é destacado pelos bancos desportivos com pespontos contrastantes – em opção há assentos AMG Performance mais leves e com melhor apoio lateral –, os pedais em metal, e vários detalhes em fibra de carbono.

Os controlos tácteis no volante, assim como no ecrã multimédia, permitem gerir os modos de condução – Electric, Comfort, Battery Hold, Sport, Sport+, Race, Slippery e Individual – e os apoios à condução.

Adicionalmente, o condutor pode seleccionar quatro níveis de travagem regenerativa para recarregar a bateria.

O sistema multimédia, o painel de instrumentação e o visor head-up possuem menus específicos com dados sobre o funcionamento do sistema híbrido.

E, quando em circuito, dá ainda várias informações como as temperaturas de vários componentes, tempos por volta e forças G longitudinais e transversais.

Opcionais sempre a somar

O novo Mercedes-AMG C 63 S E Performance é proposto a partir de 144.100 euros na variante berlina, e de 145.950 euros na versão Estate Wagon.

Para tornar qualquer uma das opções ainda mais "intimidante", há várias possibilidades de personalização.

» Pack Exterior em Fibra de Carbono AMG I: 3.650 euros;

» Pack Exterior em Fibra de Carbono AMG II: 2.200 euros;

» Pack Aerodinâmico AMG: 2.200 euros;

» Pack Night AMG: 1.200 euros;

» Pack Night AMG II: 700 euros;

» Pack Bancos AMG Performance Advanced: 3.500 euros;

» Pack Bancos AMG Performance High-End: 6.850 euros;

» Escape AMG Real Performance Sound: 700 euros.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.