Pesquisa
Há um novo ''monstro'' na estrada: conheça o novo BMW M3 CS

Há um "novo" desportivo para acelerar o batimento cardíaco aos admiradores das emoções fortes.

A derivação CS do BMW M3 chega ao mercado europeu em Março com 550 cv de potência e 20 quilos mais leve do que a versão original.

Especial é que esta série limitada comporta muitos dos atributos do radical M4 CSL.

Mais ligeiro do que nunca

Terminou esta quinta-feira a espera para o novíssimo BMW M3 CS. Mais leve e potente do que o M3 Competition, não é tão radical como o M4 CSL.

Chamar-lhe mais "civilizado" é, por isso, um simples eufemismo, pois este desportivo assume um perfil mais do que musculado.

Sob o capô está o conhecido bloco biturbo de 3.0 litros e seis cilindros, capaz de desenvolver os mesmos 550 cv e 650 Nm.

São mais 40 cv do que os debitados pelo M3 Competition, mantendo a mesma potência do M4 CSL, mas com menos 10 cv do que o exclusivo BMW 3.0 CSL.

Para atingir aqueles números, a gestão do motor foi alterada e a pressão dos turbos foi elevada dos 1,7 para 2,1 bar.

Potência e binário são passados às quatro rodas através de uma caixa automática Steptronic de oito relações.

Pode ser configurada para uso "normal", desportivo ou circuito através do botão Drivelogic integrado na alavanca de mudanças.

Afinações específicas

A tracção M xDrive, que é de série, permite seleccionar entre os modos 4WD e 4WD Sport, com esta escolha a enviar mais binário às rodas traseiras.

Há ainda a opção 2WD que desliga o controlo dinâmico de estabilidade para levar ao extremo a emoção (e as derrapagens) ao volante.

Aliás, para oferecer o melhor desempenho em circuito, o chassis foi devidamente afinado.

De série é o diferencial traseiro activo, enquanto a suspensão activa com controlo electrónico foi recalibrada e os suportes do motor foram reforçados.

As molas auxiliares e as barras estabilizadoras também foram revistas para melhor digerir a potência do desportivo em curva.

Estas afinações permitem dar uma sensação mais precisa da direcção M Servotronic de relação variável.

Radical na pista e na estrada

O uso intensivo de fibra de carbono com plástico reforçado permitiu aligeirar para 1.840 quilos o peso do M3 CS.

Esse composto CRFP está presente no capô, divisor e entradas de ar dianteiros, asa e difusor traseiros, tejadilho e molduras dos retrovisores laterais.

Somam-se ainda os silenciadores de escape em titânio e os bancos M do tipo bacquet, mas o alívio de peso não obrigou à remoção dos bancos traseiros.

Inesperado é eles comportarem regulação eléctrica e aquecimento, com o CFRP a estar presente nas patilhas do volante, na consola central e no tabliê.

Esta cura de emagrecimento permite ao M3 CS atingir os 100 km/hora em 3,4 segundos, menos uma décima do que o M3 Competition M.

E, com o pacote M Driver, a velocidade máxima fica "limitada" aos 302 km/hora face aos 250 km/hora convencionais da gama M3.

Visual musculado

Em termos visuais, o M3 CS recupera os atributos estéticos presentes no M4 CSL.

A grelha do radiador com barras horizontais é ornamentada com uma moldura em vermelho.

Uma lâmina frontal larga com aletas nas pontas assegura uma melhor aerodinâmica.

Sob o capô destacam-se as reentrâncias longitudinais em carbono exposto, assim como o tejadilho e a asa traseira "retirados" do M3 Competition.

Sob o difusor traseiro destacam-se as quatro saídas de escape de titânio em preto fosco.

O visual exterior é completado pelas jantes em liga leve de 19 polegadas à frente, e de 20 atrás com um desenho exclusivo.

O interior é realçado pelo monitor encurvado que junta o painel de instrumentação de 12,3 polegadas e o ecrã táctil multimédia de 14,9 polegadas.

Ambos dispõem de menus específicos com informações próprias de uma condução desportiva.

Dados sobre o motor e o próprio carro, assim como o funcionamento dos apoios electrónicos à condução são alguns dos itens discriminados.

Os bancos são estofados em pele a preto e vermelho, realçados pelos detalhes em fibra de carbono nos painéis.

Para o BMW M3 CS estão igualmente disponíveis opções de conforto e apoio ao condutor mas sempre com o foco no prazer de condução sem adulterações.

A produção começa já em Março embora não tenham sido indicados nem preços nem data de chegada aos concessionários europeus.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.