Pesquisa
Alfa Romeo Tonale mais completo com opção 'diesel'; saiba os preços

Abertas as encomendas para o Edizione Speciale, apresentado em Março no nosso país, o Alfa Romeo Tonale viu a gama de motorizações ser alargada… e já há preços para todas as variantes.

Além das propostas mild hybrid, com um bloco de 1.5 litros e tecnologia de 48 volt, para potências de 130 e 160 cv, é proposto um motor turbodiesel de 1.6 litros com 130 cv de potência.

As três motorizações distribuem-se por mais quatro níveis de equipamento – Super, Sprint, Ti e Veloce –, para além da citada Edizione Speciale.

Distinto face aos rivais

Apresentado como a metamorfose da insígnia italiana, o crossover situado logo abaixo do Stelvio tem 4,53 metros de comprimento por 1,84 de largura e 1,60 metros de altura.

À frente, percebe-se uma nova grelha "flutuante", com a área inferior dividida por duas entradas de ar no pára-choques para formar o famoso "trilobo" que caracteriza os modelos da Alfa Romeo.

Atrás, distingue-se a toda a largura da porta da bagageira uma barra luminosa a unir os farolins, apenas "interrompida" pelo símbolo da marca.

As linhas exteriores dão corpo a uma postura musculada, bem apoiada por jantes em liga leve que podem ir das 17 às 20 polegadas.

O interior une o passado da insígnia italiana mas com uma estética francamente moderna, com o painel de instrumentos "telescópico" de 12,3 polegadas bem focado no condutor.

Já o ecrã táctil multimédia de 10,25 polegadas, com widgets semelhantes aos dos telemóveis, admite conectividade 4G e actualizações por via remota.

Os sistemas de segurança activa e de apoio ao condutor acompanham tecnologicamente os seus principais concorrentes, com realce para a condução semi-autónoma de nível 2.

O ambiente desportivo é transmitido pelos acabamentos em alumínio, a destacarem-se nos revestimentos em pele e Alcantara.

Dinâmico e desportivo

Montado sobre a mesma plataforma do Jeep Compass, o Tonale conta com acertos específicos no chassis, direcção e suspensão.

As versões puramente híbridas contam com um bloco turbo de 1.5 litros e quatro cilindros, combinado com um sistema de 48 volt e dois motores eléctricos.

O primeiro é um motor-gerador ligado por correia ao motor térmico, em substituição do tradicional motor de arranque.

O segundo, com 15 kW (20 cv) de potência e 55 Nm de binário, está integrado na caixa automática de dupla embraiagem com sete relações.

A entrada na gama faz-se com a versão a gasolina de 130 cv e 240 Nm, com a variante de 160 cv e 240 Nm a beneficiar de um turbo de geometria variável, que é uma estreia num modelo do grupo Stellantis.

A gama é complementada pelo conhecido bloco diesel de 1.6 litros, com 130 cv e 320 Nm com o híbrido plug-in de 275 cv e tracção integral a chegar ao mercado numa fase posterior.

A bateria de 15,5 kWh assegura uma autonomia em modo 100% eléctrico até 60 quilómetros, que sobe para os 80 em circulação urbana.

Versão Potência Preço
1.5 Hybrid Super 130 cv 37.850 euros
1.6 Diesel Super 130 cv 41.965 euros
1.5 Hybrid Sprint 130 cv 40.350 euros
1.6 Diesel Sprint 130 cv 44.465 euros
1.5 Hybrid Ti 160 cv 44.850 euros
1.6 Diesel Ti 130 cv 46.965 euros
1.5 Hybrid Veloce 160 cv 47.350 euros
1.5 Hybrid Edizione Speciale 130 cv 39.000 euros
1.5 Hybrid Edizione Speciale 160 cv 41.000 euros

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.