Pesquisa
Mini aposta na electrificação total e revela 'crossover' em Julho

É mais um passo decisivo na evolução da Mini: eléctrica, digital, sustentável e distinta, a nova geração de modelos irá oferecer uma experiência distinta para o condutor.

Sem ignorar o prazer de condução e a atitude da marca para uma era completamente nova, a linguagem estilística voltada para o futuro torna essa transformação instantaneamente visível.

O princípio por trás do lema Simplicidade Carismática é uma estética que ajuda cada novo Mini a desenvolver um forte carácter individual, com uma linguagem clara e focada na essência da marca.

Em suma, os novos modelos irão relevar os valores tradicionais da marca, em perfeita simbiose com as tecnologias de ponta, reconhecendo os seus princípios elementares de design e o seu carácter urbano.

Outro factor central é a escolha de materiais focados na sustentabilidade, o que significa que o novo Mini terá um interior livre de peles e quase sem elementos cromados.

A arquitectura do novo modelo foi desenvolvida, desde o início, para a mobilidade puramente elétrica, o que significa mais espaço a bordo e um prazer de condução mais elevado.

Essa evolução tecnológica estará presente no novo Mini de três portas e no sucessor do Mini Countryman, ambos com sistemas motrizes totalmente eléctricos.

E, no final de Julho, será revelado o protótipo de um crossover movido a electrões para o segmento de compactos premium.

"Combinamos o ADN da Mini com uma inspiração estética e tecnológica inovadoras na nossa nova linguagem estilística", sublinha Oliver Heilmer, responsável da divisão de design da marca.

O lema Simplicidade Carismática permitirá igualmente reduzir o número de elementos presentes nos novos modelos, com os técnicos a concentrarem-se nos componentes essenciais.

Um dos exemplos estará presente numa nova tecnologia LED que permite dar uma variedade de formas ao design típico dos farolins com a bandeira do Reino Unido, criando uma assinatura luminosa personalizada.

Já a bordo, as peças-chave estão na digitalização avançada dos sistemas e na sua conectividade, com o habitáculo claramente projectado para uma funcionalidade intuitiva.

O posto de condução é marcado pela tecnologia OLED no painel de instrumentos e no ecrã táctil multimédida digitais, revelados pela primeira vez no protótipo Mini Vision Urbanaut.

Todavia, serão mantidos elementos analógicos intuitivos como os botões selectores sob o ecrã do sistema de infoentretenimento.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.