Pesquisa
Tome Nota
Vitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de Denver
15:42 - 01-06-2017
 
Vitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de Denver
Vitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de DenverVitória de Sato na Indy 500 provocou despedimento num jornal de Denver
Misturar política com desporto e juntar, ainda para mais, estados de alma pelo meio nunca deu grandes resultados… E a vitória de Takuma Sato nas 500 Milhas de Indianápolis acabou por fazer uma "vítima" no jornal "Denver Post" que despediu um jornalista que teve uma reacção absurda, despropositada e inadmissível ao grande triunfo do piloto nipónico!

Sucede que a 101.ª edição da mítica corrida de Indianápolis se correu no fim-de-semana do "Memorial Day", a última 2.ª feira do mês de Maio – sucede praticamente todos os anos, pois a Indy 500 costuma ser no último domingo de Maio… –, um dia em que os Estados Unidos homenageiam os membros das suas Forças Armadas mortos em combate nas diversas guerras em que o país esteve envolvido.

Pois Terry Frei, jornalista do "Denver Post", achou por bem, na sequência da vitória de Takuma Sato em Indianápolis, desabafar no Twitter: "Não é nada de pessoal, mas sinto-me particularmente mal ao ver um piloto japonês ganhar as 500 Milhas de Indianápolis durante o fim-de-semana do Memorial Day"! Frei referia-se, obviamente, à II Guerra Mundial, em que EUA e Japão combateram ferozmente, com muitos milhares de mortos…

Mais tarde, Frei veio desculpar-se, escrevendo: "Peço desculpa ao Takuma Sato, fiz uma alusão estúpida durante um fim-de-semana muito emotivo a um país que combatemos durante a II Guerra Mundial. Reafirmo que estou desolado, devia ter julgado melhor as minhas palavras e lamento por não ter sido construtivo ao dizer o que disse".

Tarde demais… Entretanto já o seu jornal, o "Denver Post" tomara uma posição oficial, dirigindo-se a Takuma Sato: "Pedimos desculpa pelo ‘tweet’ desrespeitoso e inaceitável de um dos nossos repórteres. Terry Frei já não é funcionário do ‘Denver Post’. O seu ‘tweet’ não representa os nossos valores. Esperamos que aceite as nossas mais profundas desculpas". De facto, ir buscar um conflito bélico iniciado há mais de 75 anos para embirrar com uma vitória desportiva não passa pela cabeça de ninguém…
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.