Pesquisa
Tome Nota

Uber só vai aceitar carros elétricos a partir de 16 de Julho

22:31 - 03-07-2020
 
Uber só vai aceitar carros elétricos a partir de 16 de Julho

A partir de 16 de Julho, os veículos que queiram aderir à plataforma Uber têm de ser elétricos. Esta nova exigência para o principal serviço (UberX) e também no "comfort" (carros mais espaçosos) é válida para a circulação nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto e nos distritos de Braga e de Faro.

Nas maiores cidades do país, só os Uber Black (luxo) ou UberXL (carrinhas para grupos até seis pessoas) vão poder incluir novos carros a gasóleo ou gasolina. Outra exceção abrange os atuais parceiros, que podem continuar a adicionar veículos não elétricos se for para substituir outro já registado na plataforma.

 A empresa de mobilidade partilhada, que desde 2016 tem um serviço (Green) que permite o pedido de um carro elétrico, iniciou em setembro do ano passado uma parceria com a start-up portuguesa PowerDot para que os seus motoristas tenham acesso exclusivo aos "hubs" de carregamento elétrico a "preços competitivos".

 Durante o mês de Julho, a PowerDot vai expandir esta rede com dois novos lançamentos em parceria com a Uber – em Lisboa (Entrecampos) e no Porto (Bessa) –, atingindo assim um total de seis "hubs" de energia em todo o país, com 14 pontos de carregamento que vão permitir mais de mil carregamentos diários.

Manuel Pina, diretor-geral da Uber em Portugal reconhece que "a eletrificação do setor dos transportes tem ainda obstáculos estruturais pela frente, como o desenvolvimento da infraestrutura de carregamento ou a oferta acessível de veículos eléctricos, pelo que esta transição terá sempre de ser gradual".

Leia a notícia na íntegra no "Negócios"

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.