Pesquisa
Tome Nota

Tesla recolhe mais de 800 mil carros por defeito de 'software'

11:23 - 04-02-2022
 
Tesla recolhe mais de 800 mil carros por defeito de 'software'

A Tesla está obrigada a recolher 817.143 veículos nos Estados Unidos para reparar um defeito no software, foi anunciado esta quinta-feira. 

A anomalia impede a activação da mensagem sonora que avisa que o cinto de segurança não está apertado. 

Em documentos divulgados pela Administração Nacional de Segurança no Tráfego Rodoviário (NHTSA) dos Estados Unidos, a construtora afirmou que, até 31 de Janeiro, não tinha registo de "acidentes, ferimentos ou mortes" causados pelo defeito. 

A documentação revela ainda que foi um instituto sul-coreano que notificou a Tesla, a 6 de Janeiro, para a existência daquele defeito. 

Após o aviso do Korea Automobile Testing and Research Institute (KATRI), os técnicos das Tesla verificaram o problema.

A anomalia afecta os Tesla Model 3, de 2017 a 2022, Model S (2021-2022), Model X (2021-2022) e Model Y (2020-2022). 

O problema está centrado no software que controla a activação do sinal sonoro de alerta, e ocorre quando o condutor interrompe a mensagem, por exemplo, ao sair do veículo enquanto está activado. 

Nestas circunstâncias, o sofware regista que já avisou o condutor mas não repete o aviso sonoro. 

A Tesla também indicou que o sinal sonoro é activado quando a viatura ultrapassa os 22 km/hora e o cinto do condutor não é colocado. 

A empresa de Elon Musk disse à NHTSA que vai actualizar o software por via remota em todos veículos afectados, e notificar os proprietários por correio em 1 de Abril. 

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.