Pesquisa
Tome Nota
Os carros de Elon Musk até chegar à Tesla
14:04 - 01-12-2019
 
Os carros de Elon Musk até chegar à TeslaBMW 320i de 1978BMW 320i de 1978BMW 320i de 1978Jaguar E-Type de 1967Jaguar E-Type de 1967Jaguar E-Type de 1967Jaguar E-Type de 1967Jaguar E-Type de 1967McLaren F1McLaren F1McLaren F1McLaren F1McLaren F1McLaren F1McLaren F1BMW M5 modificado pela HammannBMW M5 modificado pela HammannBMW M5 modificado pela HammannPorsche 911 de 2012Porsche 911 de 2012Porsche 911 de 2012Audi Q7Audi Q7Audi Q7Audi Q7Audi Q7Audi Q7Audi Q7Lotus Esprit do filme "007 - The Spy Who Loved Me"Lotus Esprit do filme "007 - The Spy Who Loved Me"Lotus Esprit do filme "007 - The Spy Who Loved Me"Lotus Esprit do filme "007 - The Spy Who Loved Me"Tesla RoadsterTesla RoadsterTesla RoadsterTesla RoadsterOs carros de Elon Musk até chegar à TeslaOs carros de Elon Musk até chegar à Tesla
Os carros de Elon Musk até chegar à TeslaBMW 320i de 1978BMW 320i de 1978BMW 320i de 1978Jaguar E-Type de 1967Jaguar E-Type de 1967Jaguar E-Type de 1967Jaguar E-Type de 1967Jaguar E-Type de 1967McLaren F1McLaren F1McLaren F1McLaren F1McLaren F1McLaren F1McLaren F1BMW M5 modificado pela HammannBMW M5 modificado pela HammannBMW M5 modificado pela HammannPorsche 911 de 2012Porsche 911 de 2012Porsche 911 de 2012Audi Q7Audi Q7Audi Q7Audi Q7Audi Q7Audi Q7Audi Q7Lotus Esprit do filme "007 - The Spy Who Loved Me"Lotus Esprit do filme "007 - The Spy Who Loved Me"Lotus Esprit do filme "007 - The Spy Who Loved Me"Lotus Esprit do filme "007 - The Spy Who Loved Me"Tesla RoadsterTesla RoadsterTesla RoadsterTesla RoadsterOs carros de Elon Musk até chegar à TeslaOs carros de Elon Musk até chegar à Tesla

Elon Musk, fundador e CEO da Tesla, rendeu-se aos carros eléctricos e defende que este tipo de solução será o futuro dos automóveis. Mas nem sempre foi assim. Ao longo da sua vida Musk teve vários automóveis "convencionais", ou seja, com motores a combustão.

O primeiro carro de Elon Musk foi um BMW 320i de 1978 que comprou em 1994 por 1.400 dólares, o equivalente a 1.240 euros. Musk conduziu este carro durante dois anos, até que um amigo a quem ele tinha emprestado o carro lhe ligou a dizer que as rodas tinham saltado fora. A solução? Sucata…

O próximo carro do empresário sul-africano foi um Jaguar E-Type de 1967. Musk apaixonou-se por este "Jag" aos 17 anos, quando recebeu um livro sobre automóveis exóticos. Nesse dia prometeu a si mesmo que assim que conseguisse comprar um ia fazê-lo.

Esse dia chegou quando Musk e o seu irmão, Kimbal, receberam o primeiro pagamento da empresa que fundaram, a Zip2. Com os primeiros 40 mil dólares que recebeu, Musk foi logo de seguida comprar o Jaguar dos seus sonhos. "Esse era como uma péssima namorada. Estava sempre a avariar e a causar-me todo o tipo de problemas", afirmou a dada altura Musk, citado pela publicação "Teslarati".

A Zip2 colocou Musk no mapa de Silicon Valley, mas foi a venda da empresa PayPal que catapultou Elon para o sucesso. Para corresponder ao "status" de empreendedor de tecnologia do Vale do Silício, Musk comprou o derradeiro hiperdesportivo da altura, o McLaren F1. "Tive-o durante vários anos e somei-lhe 17 mil quilómetros. Tinha-o como carro do dia-a-dia", afirmou Musk numa entrevista ao "Pando Daily".

Mas a história do McLaren F1 não acabou bem. Um dia, quando o investidor Peter Thiel lhe perguntou o que o F1 era capaz de fazer, Musk acelerou a fundo e capotou o hiperdesportivo britânico, que acabou por ir para a sucata. Mas o pesadelo não acaba aqui, é que de acordo com a publicação "Teslarati", Musk não tinha seguro no McLaren F1.

Recuperado da perda do McLaren F1, Musk continuou a somar escolhas… peculiares! O automóvel que se seguiu foi um BMW M5 de 2007 modificado pela preparadora Hamann, ao qual se seguiu um Porsche 911 em 2012.

Nesse mesmo ano Musk decidiu comprar um Audi Q7, modelo que acabaria por inspirá-lo a criar o Tesla Model X. O fundador da Tesla queria ser capaz de aceder com facilidade à terceira linha de bancos sem ter de dobrar os bancos do meio e queria ser capaz de abrir as enormes portas de um SUV como o Q7 num espaço muito apertado. Foi assim que nasceu a ideia das portas "asa de gaivota" para o Model X.

Durante uma entrevista à Forbes em 2012, Elon Musk afirmou que "o Audi Q7 é particularmente horrendo" e que "mesmo no melhor cenário é preciso ser um anão alpinista para chegar ao banco traseiro". Contudo, diz-se que Musk ainda mantém o Q7 na sua garagem…

Deixámos o melhor para o fim, é que sendo Musk um apaixonado pela saga "007 – James Bond", comprou em leilão o Lotus Esprit do filme "The Spy Who Loved Me". Não ficou barato, já que Musk foi obrigado a desembolsar quase 800 mil euros para o comprar, mas o potencial é imenso.

"Fiquei desiludido ao saber que este carro não se transforma [em anfíbio, como o carro do filme]. O que vou fazer é instalar-lhe um sistema propulsor da Tesla e tentar fazer com que se transforme", contou Musk ao "Huffington Post".

Estes sete automóveis mostram que a ligação de Musk aos automóveis é antiga e que ajudou a que o empresário sul-africano se aventurasse na criação da sua própria marca, a Tesla Motors. O passo natural para Musk era criar um superdesportivo capaz de "bater o pé" ao automóvel que Musk mais gostou de ter, o McLaren F1, e ele acredita que o vai conseguir com a segunda geração do Tesla Roadster.

No papel, os números são impressionantes, com a Tesla a reivindicar uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 1,9 segundos e uma velocidade máxima superior a 400 km/h. Resta agora saber se a versão de produção do Roadster será capaz de tudo isto. Queremos acreditar que sim!

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.