Pesquisa
Tome Nota
Novo Alfa Romeo Tonale "saltou" para as redes sociais
21:10 - 08-10-2019
 
Novo Alfa Romeo Tonale "saltou" para as redes sociaisNovo Alfa Romeo Tonale "saltou" para as redes sociaisNovo Alfa Romeo Tonale "saltou" para as redes sociaisNovo Alfa Romeo Tonale "saltou" para as redes sociais
Novo Alfa Romeo Tonale "saltou" para as redes sociaisNovo Alfa Romeo Tonale "saltou" para as redes sociaisNovo Alfa Romeo Tonale "saltou" para as redes sociaisNovo Alfa Romeo Tonale "saltou" para as redes sociais
Foi assim que nasceu o Alfa Romeo Tonale

O segredo estava mesmo muito mal guardado, já que o SUV apenas será lançado oficialmente em 2021.

Esta terça-feira, a internet foi "invadida" com as primeiras imagens do Alfa Romeo Tonale, o novíssimo crossover que a marca italiana apresentou em Março, ainda em fase de protótipo, no Salão Automóvel de Genebra.

Foi assim que nasceu o Alfa Romeo Tonale

O autor da "proeza" foi a Alfisti, uma conta do Instagram alimentada por apaixonados da Alfa Romeo, e, pelas imagens disponibilizadas, são assinaláveis as diferenças em relação ao concept car revelado na mostra suíça, se realmente for esta a versão a entrar em produção.

Os faróis, maiores e mais largos, estão separados por duas pequenas entradas de ar que se conjugam com a grelha do motor, recuperando o visual dos modelos clássicos da marca transalpina.

Para além de uma ligeira modificação no capô, o Tonale mantém o perfil e as proporções originais do protótipo. Os puxadores das portas traseiras permanecem integrados no pilar C, dando ao ‘crossover’ a aparência de só possuir duas portas.

Ligados por uma barra luminosa horizontal, os farolins também são maiores enquanto a designação em grande destaque na porta da bagageira parece confirmar que Tonale será mesmo o nome do SUV.

Não há imagens do habitáculo mas, como explica a pessoa que publicou as fotografias no Instagram, o volante do Tonale é em tudo semelhante ao do Alfa Romeo Giulia

A consola integra as mesmas saídas de ar redondas e rectangulares enquanto o ecrã táctil de infotenimento está apoiado no painel de instrumentos.

No que à mecânica diz respeito, nada se sabe, embora não seja uma surpresa se vier a comportar o mesmo sistema propulsor híbrido plug-in dos Jeep Renegade e Compass, também apresentados em Genebra.

Se assim for, pode-se esperar um motor turbo a gasolina de 1.3 litros, complementado por um propulsor eléctrico associado a um pack de baterias.

Esta solução está disponível nos Jeep com dois níveis de potências: 190 e 240 cv. Em qualquer uma das versões a autonomia em modo 100% eléctrico poderá ser de 50 quilómetros.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.