Pesquisa
Tome Nota

Mercedes-Benz reforça uso de aço livre de emissões CO2

18:07 - 12-06-2023
 
Mercedes-Benz reforça uso de aço livre de emissões CO2Mercedes-Benz reforça uso de aço livre de emissões CO2Mercedes-Benz reforça uso de aço livre de emissões CO2Mercedes-Benz reforça uso de aço livre de emissões CO2Mercedes-Benz reforça uso de aço livre de emissões CO2
Mercedes-Benz reforça uso de aço livre de emissões CO2Mercedes-Benz reforça uso de aço livre de emissões CO2Mercedes-Benz reforça uso de aço livre de emissões CO2Mercedes-Benz reforça uso de aço livre de emissões CO2Mercedes-Benz reforça uso de aço livre de emissões CO2

A Mercedes-Benz AG e a sueca H2 Green Steel assinaram um acordo para o fornecimento anual de 50 mil toneladas de aço a partir de 2025.

Este é o passo mais recente da ligação entre ambas as empresas, depois de o grupo automóvel alemão ter adquirido uma participação no capital da H2GS em 2021.

Integrada no plano estratégico Ambition 2039, a parceria com a start up prevê a produção daquela material quase isento de emissões de dióxido de carbono na América do Norte.

Entretanto, um memorando de entendimento foi aprofundado para criar uma cadeia de fornecimento de aço sustentável para as fábricas locais do construtor automóvel.

No novo processo de produção de aço, a H2GS usa hidrogénio e electricidade a partir de fontes de energia renovável.

O hidrogénio é utilizado como gás de redução, ao libertar e ligar o oxigénio do minério de ferro.

Mas, ao contrário do que sucede com a utilização do carvão de coque, este processo produz vapor de água ao invés de CO2.

No início do fornecimento, a H2GS pretende alcançar a meta de 0,4 toneladas de CO2 por tonelada de aço.

A Mercedes-Benz está a trabalhar com os fornecedores para conseguir, a partir de 2039, uma cadeia de fornecimento neutra em emissões líquidas.

Recorde-se que a marca já introduziu aço com baixo CO2, produzido a partir de sucata, em quatro modelos de série, reduzindo as emissões em mais de 60%.

Além disso, irá usar alumínio na produção em série, principalmente em "eléctricos" com uma redução de quase 70 % de emissões de CO2 face à média europeia.

É ainda objectivo da Mercedes-Benz aumentar o uso de matérias-primas secundárias integradas nos seus veículos ligeiros de passageiros para uma média de 40%.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.