Pesquisa
Tome Nota
Inferno: lisboetas passam 43 minutos “engarrafados” todos os dias
15:24 - 29-01-2020
 
Inferno: lisboetas passam 43 minutos “engarrafados” todos os dias

Lisboa foi, pela quarta vez consecutiva, a cidade com trânsito mais congestionado da Península Ibérica, bem acima de Madrid ou Barcelona. Quem o confirma é a TomTom no Traffic Index 2020, um relatório anual que analisa o tráfego em 416 cidades de 57 países.

Os condutores lisboetas passam, diariamente, cerca de 43 minutos no trânsito (mais 33% de tempo do que seria necessário), para um total de 158 horas por ano. No Porto, os condutores perdem 39 minutos nas "filas", correspondente a 154 horas anuais.

Embora o índice de tráfego tenha aumentado em relação ao ano passado, a capital portuguesa acabou por descer quatro lugares na classificação, sendo agora a 81º cidade com trânsito mais congestionado a nível mundial. A Invicta também viu o seu índice de tráfego aumentar, ocupando a posição 108.

O final do dia de sexta-feira, entre as 18 e as 19 horas, é o período em que acontecem os principais problemas de congestionamento de trânsito nas duas cidades portuguesas.

O TomTom Traffic Index 2020 analisou ainda Braga (334ª posição com 24 minutos de tempo perdido no trânsito), seguida do Funchal (351ª com 24 minutos) e Coimbra (375ª com 18 minutos).

Tal como sucede em Lisboa e no Porto, o período de maior congestionamento acontece ao final do dia, embora o dia da semana mais congestionado registe maior variação.

A tabela mundial volta a ser liderada por uma cidade indiana, com Bengaluru a "ganhar" a medalha de ouro por os "seus" condutores passarem 71% de tempo adicional no trânsito.

Segue-se Manila, nas Filipinas (71%), Bogotá, na Colômbia (68%), e Bombaim, (65%) e Pune (58%), ambas no subcontinente indiano

Moscovo volta a liderar a lista europeia (59%), logo seguida de Istambul (55%), sendo ambas "perseguidas" por Kiev (53%), Bucareste (52%) e São Petersburgo (49%).

Bruxelas (37%), Londres (37%) e Paris (36%) ocupam a 11ª, 12ª e 13ª posição, respectivamente, seguidas nos lugares imediatos por Paris (39%), Roma (38%) e Londres (38%).

Já na América do Norte, as cinco cidades mais congestionadas são Los Angeles (42%), Nova Iorque (37%), São Francisco (36%), San José (33%) e Seattle (31%).

O congestionamento de trânsito aumentou em todo o mundo na última década, com 239 das cidades analisadas pelo TomTom Traffic Index a aumentaram os seus níveis de congestionamento entre 2018 e 2019; no mesmo período, apenas 63 cidades registaram diminuições mensuráveis.

O estudo da TomTom sublinha, em jeito de conclusão, que o aumento no congestionamento rodoviário urbano a nível mundial é indicador de uma economia forte.

Todavia, o tempo que os automobilistas perdem nos "engarrafamentos" também custa milhões de euros às economias de cada país.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.