Pesquisa
Tome Nota
Grupo Daimler-Benz procura reagir à ameaça chinesa
11:48 - 03-05-2018
  13
Grupo Daimler-Benz procura reagir à ameaça chinesaGrupo Daimler-Benz procura reagir à ameaça chinesaGrupo Daimler-Benz procura reagir à ameaça chinesa
Grupo Daimler-Benz procura reagir à ameaça chinesaGrupo Daimler-Benz procura reagir à ameaça chinesaGrupo Daimler-Benz procura reagir à ameaça chinesa

O Grupo Daimler-Benz está pronto para reagir a uma eventual  tentativa de aquisição por parte do grupo chinês Geely. A afirmação parte de Dieter Zetsche, o patrão do gigante alemão. "No caso meramente teórico de surgir um take-over desse tipo, adoptaremos as contra-medidas necessárias, que não adiantamos quais serão porque, se assim fosse, perderiam metade da sua eficácia", acrescentou.

Dieter Zetsche considerou ainda que não há nada que leve a pensar que se possa vir a chegar a um cenário hostil deste tipo por parte do grupo chinês. Mas ninguém pode esquecer que quase uma acção da Daimler, em cada dez, pertence à Geely, um Grupo que detém a Volvo e, desde Fevereiro, passou a controlar a Lotus.

A Geely comprou 9,7 por cento da Daimler em Fevereiro, tornando-se o accionista de referência, à frente do Fundo Soberano do Kuawait (6,8%) e do colosso de investimentos Black Rock (6,8%). Li Shufu, o fundador do Grupo Geely, já afirmou que não vai aumentar a sua participação na Daimler e que ficará satisfeito por receber dividendos, tal como qualquer outro accionista.

Mas a Geely tem grandes apoios no Governo Chinês e a sua liquidez pode levar a pensar numa operação de take-over. Há meses, Dieter Zetsche privilegiava as relações com a Baic para se afirmar no mercado chinês. Mas actualmente tudo é diferente e já se fala na possibilidade de a Volvo poder vir a ter acesso a motores da Mercedes. O cenário mudou-se de forma radical...

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.