Pesquisa
Tome Nota
Carro Europeu do Ano 2020: finalistas já estão escolhidos
20:36 - 25-11-2019
 
Sucessor do Jaguar i-Pace será apenas revelado em Março no Salão Automóvel de Genebra.O Peugeot 208 promete ser um sucesso de vendas, como já antes tinham sido os modelos da marca desta gama; recordam-se do 205?Com um design que apela aos sentidos e um interior que está ao nível dos melhores do segmento, é um candidato a ter em conta à vitória final.O nível de equipamento do Toyota Corolla é, talvez, um dos pontos fortes deste modelo, estando ao nível de categorias bem superiores.A qualidade de construção parece ser irrepreensível, como tem sido apanágio do construtor nipónico neste modelo que sucede ao Auris.O BMW Série 1 pode muito bem ser uma das surpresas a edição deste ano, depois de o construtor germânico ter optado pela tracção dianteira, para "ódio" dos fãs.O nível de equipamento, sem ser nada de extraordinário para os pergaminhos da BMW, é suficientemente satisfatório par alargar o leque de potenciais compradores.Lançado no mercado europeu em 1997, o Puma original foi a resposta da Ford ao Opel Tigra lançado três anos antes.Como é óbvio, o novo Ford Puma nada tem a ver com o pequeno desportivo; agora é um SUV compacto, seguindo as tendências do mercado mundial!O Clio da Renault assumiu-se sempre, desde o lançamento da primeira geração em 1990, como um candidato de peso ao Carro Europeu do Ano; aliás, ganhou a edição de 1991 para quem não se recorda.A quinta geração não foge à regra, com argumentos de qualidade que irão fazer vacilar o júri desta edição.Sempre foi objectivo da Tesla oferecer um carro 100% eléctrico que pudesse estar o mais próximo da "bolsa" dos seus potenciais clientes.Certo é que, sem grande publicidade por parte da marca, o Model 3 tem invadido as estradas um pouco por todo o planeta... E no nosso país já nos cruzamos com muitos!O mundo automóvel começa a ser "tomado" pelos modelos 100% eléctricos e o Porsche Taycan é um dos seus melhores exemplos.Será este coupé capaz de arrebatar o prémio, repetindo a proeza conseguida o ano passado pelo Jaguar i-Pace, também ele 100% eléctrico?
Sucessor do Jaguar i-Pace será apenas revelado em Março no Salão Automóvel de Genebra.O Peugeot 208 promete ser um sucesso de vendas, como já antes tinham sido os modelos da marca desta gama; recordam-se do 205?Com um design que apela aos sentidos e um interior que está ao nível dos melhores do segmento, é um candidato a ter em conta à vitória final.O nível de equipamento do Toyota Corolla é, talvez, um dos pontos fortes deste modelo, estando ao nível de categorias bem superiores.A qualidade de construção parece ser irrepreensível, como tem sido apanágio do construtor nipónico neste modelo que sucede ao Auris.O BMW Série 1 pode muito bem ser uma das surpresas a edição deste ano, depois de o construtor germânico ter optado pela tracção dianteira, para "ódio" dos fãs.O nível de equipamento, sem ser nada de extraordinário para os pergaminhos da BMW, é suficientemente satisfatório par alargar o leque de potenciais compradores.Lançado no mercado europeu em 1997, o Puma original foi a resposta da Ford ao Opel Tigra lançado três anos antes.Como é óbvio, o novo Ford Puma nada tem a ver com o pequeno desportivo; agora é um SUV compacto, seguindo as tendências do mercado mundial!O Clio da Renault assumiu-se sempre, desde o lançamento da primeira geração em 1990, como um candidato de peso ao Carro Europeu do Ano; aliás, ganhou a edição de 1991 para quem não se recorda.A quinta geração não foge à regra, com argumentos de qualidade que irão fazer vacilar o júri desta edição.Sempre foi objectivo da Tesla oferecer um carro 100% eléctrico que pudesse estar o mais próximo da "bolsa" dos seus potenciais clientes.Certo é que, sem grande publicidade por parte da marca, o Model 3 tem invadido as estradas um pouco por todo o planeta... E no nosso país já nos cruzamos com muitos!O mundo automóvel começa a ser "tomado" pelos modelos 100% eléctricos e o Porsche Taycan é um dos seus melhores exemplos.Será este coupé capaz de arrebatar o prémio, repetindo a proeza conseguida o ano passado pelo Jaguar i-Pace, também ele 100% eléctrico?

Foram definidos esta segunda-feira os sete finalistas ao Carro Europeu do Ano 2020 a partir das três dezenas de candidatos que estavam a concurso.

Como regra, os candidatos elegíveis teriam de ser novos modelos e estarem disponíveis em, pelo menos, cinco países europeus no momento da votação.

A votação na segunda etapa ocorre no Ano Novo, com o sucessor do Jaguar i-Pace a ser anunciado, em Março de 2020, no Salão Automóvel de Genebra, na Suíça.

Recorde que, na edição do ano passado, o galardão foi arrecadado pela Jaguar com o modelo i-Pace 100% eléctrico.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.