Pesquisa
Super Carros
Novo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cv
19:34 - 29-05-2019
 
Novo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cv
Novo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cvNovo Ferrari SF90 Stradale é um “super híbrido” com 1000 cv
Ferrari ligada à electricidade

A espera chegou ao fim. Depois de várias fugas de informação de última hora, a Ferrari resolveu "levantar o véu" e mostrar o SF90 Stradale, um superdesportivo híbrido com 1000 cv de potência que assinala o 90.º aniversário da Scuderia Ferrari.

O maior destaque é mesmo o facto de este ser o primeiro sistema propulsor híbrido "plug-in" da marca de Maranello. O grande protagonista continua a ser um motor V8 turbo de 4.0 litros que produz 780 cv de potência e 800 Nm de binário máximo que já conhecemos de outros modelos da marca italiana, mas aqui surge auxiliado por três motores eléctricos. Um deles está montado entre o motor e a caixa automática de dupla embraiagem de oito velocidades. Já os outros dois estão associados ao eixo dianteiro.

Ferrari ligada à electricidade

Estes três motores eléctricos são alimentados por uma bateria de iões de lítio com 7.9 kWh de capacidade e produzem o equivalente a 220 cv, elevando a potência total do SF90 Stradale para uns impressionantes 1000 cv de potência.

Estes números são suficientes para que este "Cavallino Rampante" acelere dos 0 aos 100 km/h em apenas 2,5 segundos, dos 0 aos 200 km/h em 6,7 segundos e que percorra 25 quilómetros em modo totalmente eléctrico (tracção dianteira apenas).

Um dos maiores desafios da Ferrari foi manter o peso do SF90 Stradale controlado, afinal os híbridos não são conhecidos por serem leves, nem mesmo os desportivos. Contudo, o peso final é de apenas 1570 quilos, o que representa uma relação peso/potência assinalável de apenas 1.57 kg/cv.

O Ferrari mais avançado de sempre

Na hora de descrever o SF90 a Ferrari não "vai de modas" e afirma que este é "o carro mais avançado" do seu catálogo, destacando o facto do SF90 se situar entre os coupés de motor central, actualmente representados pelo F8 Tributo, e a categoria dos hiperdesportivos, onde figuram nomes como o LaFerrari.

A imagem, tal como acontece com todos os modelos modernos da marca, ficou a cargo do "Ferrari Styling Centre". Destaca-se o pára-brisas como uma curvatura superior ao habitual, a assinatura luminosa (pela primeira vez um Ferrari usa tecnologia LED Matrix), a enorme abertura no capot, as linhas que "abraçam" o habitáculo e claro, uma secção traseira dominada por uma dupla saída de escape superior e por um enorme difusor.

O interior, tal como acontece com a carroçaria, foi pensado e desenvolvido de forma a combinar a tecnologia e a performance e isso resultou numa proposta distinta e que aponta ao futuro das propostas da Ferrari.

Todos os comandos estão agora orientados para o condutor e a peça central desta nova configuração – além do volante – é o novo display de 16 polegadas montado em posição central, atrás do volante, uma estreia na marca de Maranello. Quando os motores estão desligados este display fica preto e reforça o "look" minimalista do interior.

Novo capítulo na marca de Maranello

Este modelo representa um novo capítulo na Ferrari, já que é o primeiro "cavallino rampante" – de produção – com um sistema PHEV (plug-in).

Mas há mais, é que o SF90 Stradale é também o primeiro desportivo da marca de Maranello a contar com tracção 4WD, tudo graças à combinação do motor V8 a combustão com os três motores eléctricos, dois deles posicionados junto ao eixo dianteiro.

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.