Pesquisa
Super Carros
LB48H pode ser o primeiro híbrido da Lamborghini
17:11 - 01-07-2018
  8
Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H
Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H Lamborghini revela o LB48H

A Lamborghini mostrou o protótipo de um modelo híbrido a um grupo restrito de clientes num evento muito exclusivo. A reunião não escapou ao "The Supercar Blog", que afirma que o protótipo foi apresentado como LB48H, um nome que pode ser descodificado.

O 48 aponta para uma motorização híbrida com 48 volts e o H tem tudo a ver com a solução híbrida. Juntando as peças, podemos concluir que a marca de Sant´Agata Bolognese aponta para um super-desportivo com um motor V12 de combustão interna, secundado por um motor eléctrico, algo que já tinha sido equacionado como alternativa para as próximas gerações do Aventador e Huracán.

Pensa-se que o LB48H terá uma série limitada a 60 unidades, podendo recuperar a imagem do "concept" Terzo Millennio, desenvolvido em parceria com o MIT (Massachusetts Institute of Technology), num projecto que apontava para um super-desportivo 100 por cento eléctrico.

A base já existe, e se for necessário repensá-la para responder ao acréscimo de 120 kg de uma versão híbrida, acaba por ser um excelente ponto de partida numa altura em que Maurizio Reggiani, o responsável técnico da marca de Sant´Agata Bolognese, já assumiu que "o nosso objectivo passa por criar super-carros e neste momento não há nenhum pacote de baterias com energia e potência [capazes de garanti-lo]".

Com esta opção, a Lamborghini rentabiliza o trabalho já realizado no desenvolvimento do concept Terzo Millennio, embora a colaboração com o MIT (válida até 2019) tenha horizontes muito mais largos, passando pela utilização de novos materiais "ultra-leves" e até pela utilização da carroçaria como acumulador de energia, uma evolução que aponta no sentido de novas baterias de alta capacidade.

Em face disto, o eventual LB48H poderá vir fazer a ponte entre o futuro imediato e um futuro mais longínquo. Por isso, é necessário esperar para ver as cenas dos próximos capítulos, porque a história não acaba aqui…

 

 

 

 

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.