Pesquisa
Novos Modelos
Porsche evoluiu o Panamera E-Hybrid
10:25 - 09-09-2016
  7
Porsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-Hybrid
Porsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-HybridPorsche evoluiu o Panamera E-Hybrid
A Porsche acaba de mostrar a quarta versão da nova geração da sua bem-sucedida berlina de luxo Panamera e logo a mais interessante para o mercado nacional, dado que deverá ser a de preço mais acessível e também a que permitirá consumos mais em conta. Apesar do poderio dos 462 cv e da tracção integral!

O Panamera 4 E-Hybrid será uma das estrelas da marca no salão de Paris e representa uma significativa evolução em relação à anterior versão híbrida da berlina da Porsche. Porque, reforçando o lado eléctrico e ambiental, tem também muito maior poder de aceleração e "veia" desportiva.

Esta geração do híbrido foi buscar muitos ensinamentos ao que foi feito no superdesportivo 918 Spider para a optimização da interacção entre o motor a gasolina e o motor eléctrico. De um lado temos o V6 biturbo de injecção directa, com 2,9 litros e 330 cv – o mesmo do Panamera 4S, embora com a potência reduzida em 111 cv –, do outro temos o motor eléctrico de 100 kW (o equivalente a 136 cv) com 400 Nm de binário. Combinados, debitam uma potência total de 462 cv e um binário de 700 Nm!

Estes valores fazem com que esta versão do Panamera atinja valores tão desportivos como as outras com fulgurante aceleração até aos 100 km/h em 4,4 s e uma velocidade máxima de 278 km/h. Pelo contrário, é a única a conseguiu percorrer 100 km com um consumo de apenas 2,5 litros de gasolina, graças ao percurso feito no modo eléctrico e que pode atingir os 50 km! Nesse modo "emissões zero", a berlina da Porsche tem a capacidade de atingir os 140 km/h.

O Panamera 4 E-Hybrid arranca sempre em modo 100% eléctrico e, neste aspecto, houve notória evolução face ao anterior Panamera S E-Hybrid: a capacidade da bateria de iões de lítio (que está sob o piso da bagageira) aumentou de 9,4 para 14,1 kWh, embora mantendo o peso. Tratando-se de um "plug-in", este E-Hybrid pode ser recarregado em normais tomadas caseiras, demorando 5,8 horas para uma carga completa, numa tomada de 230 V e 10 A. Se tiver acesso a uma tomada de 230 V e 32 A, esse tempo baixa para 3,6 horas.

A grande evolução diz, contudo, respeito à forma como o sistema híbrido gere a interacção entre o V6 biturbo e o motor eléctrico quando se exigem prestações máximas desta berlina… que não deixa de ser um Porsche. Se, até aqui, era preciso carregar a 80% no acelerador para que o motor eléctrico viesse em auxílio do propulsor a gasolina para aumentar a "performance" total, isso agora acontece em permanência, desde que se carrega no pedal da direita. O que permite acelerações mais fulgurantes e uma condução mais agradável.

A tracção integral é a mesma usada no Panamera 4S, bem como a caixa automática de 8 velocidades PDK. E também os habituais modos de condução em que se pode "afinar" a resposta do motor, caixa e suspensão pneumática: Normal, Sport e Sport Plus. Mas o Panamera 4 E-Hybrid, pela sua especificidade, oferece mais quatro modos para tirar partido do sistema híbrido.

No E-Power anda sempre em modo eléctrico, assim haja carga na bateria. No Hybrid Auto é o sistema que controla automaticamente a gestão entre motor eléctrico e V6 biturbo. O modo E-Hold obriga-o a funcionar só com o motor a gasolina, de forma a poupar a bateria, por exemplo, à espera de entrar numa cidade onde só pode ou deve rodar no modo eléctrico. Por fim, o modo E-Charge permite fazer com que o motor a gasolina vá carregando mais rapidamente a bateria com o carro em movimento, mesmo que à custa de um consumo ligeiramente superior.

O Porsche Panamera 4 E-Hybrid – que, como todos os híbridos da Porsche, se reconhece pelas pinças dos travões pintadas de verde vivo – já está disponível para encomenda, custando 115.337 €. Mas será necessária alguma paciência, pois as entregas só começarão em meados de Abril de 2017.

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.