Pesquisa
Salões
Ami One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem carta
11:55 - 19-02-2019
 
Ami One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem carta
Ami One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem cartaAmi One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem carta
Ami One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem carta

A Citroën celebra este ano o seu 100.º aniversário e para assinalar esta data especial a marca francesa prepara-se para levar dois protótipos ao Salão Automóvel de Genebra, que tem início no próximo mês de Março. O primeiro deles, o Ami One, acaba de ser revelado e centra-se na visão da marca gaulesa para o futuro da mobilidade urbana eléctrica, ao passo que o segundo será uma visão de luxo extremo por parte da Citroën.

Ami One: Citroën olha para o futuro com um eléctrico sem carta

Com 2,50 metros de comprimento, 1,50 metros de altura e 450 quilos, este pequeno eléctrico tem uma velocidade máxima de 45 km/h e não precisa de carta de condução de automóveis para ser conduzido. Trata-se, por isso, de um pequeno eléctrico destinado ao "car sharing" e que tem como público-alvo os jovens condutores das grandes cidades.

Não espere muita potência, velocidade ou grandes autonomias, mas esse não é o objectivo deste modelo. Os cerca de 100 quilómetros anunciados pela Citroën são mais do que suficientes para os pequenos (e rápidos) trajectos citadinos para os quais este modelo foi pensado. Quando acabar a autonomia basta esperar duas horas para voltar a contar com uma carga completa.

No que ao visual diz respeito, este automóvel é diferente de tudo o que já vimos. E o motivo é simples: é que o Ami One é uma espécie de cápsula rectangular sobre rodas. O desenho exterior deste modelo remete-nos de imediato para o futuro e isso fica visível ao nível dos grupos ópticos rasgados, das enormes portas laterais e dos vários painéis transparentes.

O habitáculo, à imagem do "look" exterior, não podia ser mais simples. Há um volante, pedais, bancos, um pequeno ecrã e um compartimento para arrumar uma bolsa. Porém, é possível usar um "smartphone" como "interface" deste veículo e inseri-lo na coluna da direcção, onde vai carregar através de um sistema sem fios.

Não há qualquer plano para vender este veículo ao público, mas Xavier Peugeot, dorector de produto da Citroën, admite que o podem vir a produzir em série para depois o alugar num serviço que pode ir dos 5 minutos aos 5 anos. A estreia pública está marcada para Março, durante o Salão Automóvel de Genebra.

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.