Pesquisa
Novos Modelos

VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável

10:45 - 26-02-2018
  26
VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável
VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável VW confirma que vai fazer um T-Roc descapotável

A Volkswagwen confirmou que irá construir uma versão descapotável do T-Roc, o "crossover" que é construído na Autoeuropa, em Palmela. A variante cabrio, com capota de lona, será, no entanto, feita na Alemanha, na unidade fabril de Osnabruck, há muito especializada na construção de descapotáveis e onde actualmente são produzidos os VW Tiguan e Porsche Cayman. Por exemplo, foi aí que foi feito o último VW Golf Cabrio, descontinuado em 2016.

"A VW está a evoluir para uma marca também de SUV e o T-Roc já se está a estabelecer como uma referência no segmento dos SUV compactos. Com o descapotável baseado no T-Roc vamos adicionar à nossa gama um modelo com um visual altamente emocional", confirmou Herbert Diess, o presidente da VW, ao anunciar a produção do modelo cuja comercialização deverá começar em 2020, acompanhando a notícia com um esboço do que será o futuro modelo.

Será, como é de esperar, um automóvel de nicho, com uma produção relativamente reduzida para uma marca de massas como é a VW: o investimento de 80 milhões de euros na fábrica de Osnabruck servirá para produzir 20 mil unidades por ano do T-Roc cabrio. Um modelo que irá concorrer directamente com aquele que é, até agora, o único SUV descapotável no mercado, o Range Rover Evoque.

A primeira vez que o nome T-Roc apareceu foi num "concept" apresentado em 2014, antecipando o "crossover" que hoje conhecemos. Mas já nessa altura foi mostrado numa versão descapotável, embora com um tejadilho rígido, composto por duas placas que se podiam retirar e arrumar na bagageira.

A versão de produção do T-Roc descapotável, pelo contrário, terá capota em lona. Porque rouba menos espaço à bagageira quando é recolhida e porque representará uma estrutura mais leve. Argumento de enorme importância num modelo que obrigará a um aumento de peso para reforço da rigidez estrutural pela falta do tejadilho…

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.