Pesquisa
Novos Modelos

Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110

16:38 - 11-12-2020
 
Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110
Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110
Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110

Depois da parceria entre a Ducati e a Lamborghini para criar uma edição especial da Diavel 1260 apoiada no Sían, é agora a italiana MV Agusta a associar-se à Alpine para criar uma mota inspirada no A110. 

Superveloce Alpine da MV Agusta inspirada no A110

Baptizada como Superveloce Alpine, as "semelhanças" começam logo na pintura azul, que corresponde de forma perfeita à tonalidade imprimida ao desportivo gaulês, e no farol central num estilo bem "retro". 

E, em caso de dúvidas sobre a origem da mota da MV Agusta, emblemas e logótipos Alpine estão espalhados um pouco por todo lado, com as duas rodas maquinadas em CNC e pintadas a preto. 

O banco está forrado a Alcantara preto com pespontos a azul, e as bandeiras francesa e italiana estão em destaque em ambos os lados do guarda-lamas dianteiro. 

A motorizar a Superveloce Alpine está um bloco de 798 cc de três cilindros, com 147 cv e 88 Nm, ligado a uma transmissão de seis relações. 

Se se quiser dar-lhe a verdadeira acepção do termo "superveloz", pode-se adicionar um kit de corrida e um escape Arrow que eleva a potência para os 153 cv, batendo os 240 km/hora de velocidade máxima. 

Em termos mecânicos, a moto está equipada com um braço oscilante em alumínio, travões dianteiros Brembo e pneus Pirelli Diablo Rosso Corsa II. 

A completar o conjunto estão componentes em fibra de carbono e titânio, assim como um visor digital de cinco polegadas. 

A produção da MV Agusta Superveloce Alpine está limitada a 110 exemplares, fazendo justiça ao A110, com um preço de venda a partir dos 36.300 euros no mercado italiano, já com o kit de corrida incluído. 

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.