Pesquisa
Novos Modelos

Mercedes EQS: luxo em modo eléctrico

16:54 - 19-04-2021
 
Mercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctrico
Mercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctricoMercedes EQS: luxo em modo eléctrico
Mercedes EQS: luxo em modo eléctrico

É o modelo mais moderno e tecnológico construído pela insígnia de Estugarda desde a sua fundação que esta quinta-feira foi revelado.

Mercedes EQS: luxo em modo eléctrico

Ainda mais sofisticado do que a berlina Classe S, o "eléctrico" Mercedes EQS apresenta um painel totalmente digital e oferece até 770 quilómetros com uma única carga. 

Um ou dois motores eléctricos? 

O Mercedes EQS é proposto em duas variantes mas, nesta primeira fase de lançamento, será com a bateria de 107,8 kWh. 

Seguem-se, no próximo ano, as versões equipadas com a bateria de 90 kWh, e um modelo mais desportivo com a sigla AMG, que pode chegar aos 760 cv de potência. 

O EQS 450+ tem um único motor eléctrico, de 245 kW (333 cv) e 568 Nm, a dar tracção às rodas traseiras. Já o EQS 580 4MATIC, com 385 kW (523 cv) e 855 Nm, está equipado com dois motores eléctricos. 

O primeiro, instalado no eixo traseiro, debita 255 kW (347 cv), enquanto o segundo, no eixo dianteiro, possui 135 kW (184 cv). 

Os zero aos 100 km/hora, na versão menos potente, são cumpridos em 6,2 segundos, e 4,3 segundos na variante mais forte, com a velocidade limitada electronicamente em ambos a 210 km/hora. 

Os consumos de energia rondam os 16 a 19,1 kWh/100 km no EQS 450+, e os 15,7 a 20,4 kWh/100 km no EQS 580 4MATIC.

A autonomia com uma única carga chega aos 770 quilómetros, aproximando-a da proposta pelo Tesla Model S Plaid +, que atinge os 840 quilometros 

Requinte tecnológico 

O novo Mercedes EQS apresenta-se com requintes de construção próprias de um topo de gama e a sua autonomia rivaliza de forma efectiva com os seus principais concorrentes. 

Essa ideia é visível na linha arqueada da carroçaria, com a traseira em forma de coupé, e no painel preto que substitui a grelha do motor, emoldurado pelos faróis LED ligados por uma faixa luminosa. 

Atrás destaca-se a faixa luminosa sobre a bagageira, a ligar os farolins LED nas extremidades, que é a imagem registada da gama EQ da Mercedes.

Se a estética exterior não deixa ninguém indiferente, o que dizer quando as portas se abrem automaticamente mal nos aproximamos do carro e se fecham quando nos sentamos? 

Espaço e conforto 

Já dentro do Mercedes EQS, há de imediato um impacto positivo pelo espaço livre para os ocupantes à frente. Não é para admirar, sabendo que mede 5,216 mm e tem 3,210 mm de distância entre os eixos. 

Significa isso que, atrás, os passageiros ganham mais espaço para as pernas e os ombros, incluindo para aquele que se sentar no lugar do meio devido à ausência do túnel de transmissão. 

E, quase como prova de que esse espaço não foi conseguido à custa do encolhimento do porta-bagagens, assinale-se os 610 litros de capacidade, que podem crescer até 1.770 litros com os bancos traseiros rebatidos.

Revolução MBUX 

Claro que o protagonista do habitáculo do EQS é o revolucionário (e opcional) Hyperscreen MBUX, o maior e mais "inteligente" painel digital alguma vez montado num automóvel. 

Com 141 centímetro de comprimento, agrupa três monitores independentes sob uma superfície curva quase a toda a largura do tabliê. 

O painel de instrumentos tem 12,3 polegadas, seguido do ecrã táctil multimédia, ao centro, de 17,7 polegadas, e o visor de 12,3 polegadas para o passageiro da frente 

Foi criado um novo nível de interacção com o condutor, em que todas as informações necessárias e personalizadas são colocadas à frente dos seus olhos, evitando distracções desnecessárias.

Graças às funções de inteligência artificial, o sistema aprende rapidamente as preferências e hábitos do condutor. 

A informação é projectada ou escondida em segundo plano, dependendo do que aprende com o uso do utilizador, com a voz e os comandos gestuais a contribuírem para essa experiência. 

Carregamentos em 15 minutos 

Sob o EQS há muitos e novos recursos, a começar pelas baterias de iões de lítio, que aumentaram em 26% a densidade de energia em relação ao EQC. 

Os carregamentos podem ser feitos em corrente contínua (DC) até 200 kW, o que permite adicionar 280 quilómetros de autonomia em apenas 15 minutos no EQS 580 4MATIC, subindo para 300 quilómetros no EQS 450+. 

Claro que nos pontos de carregamento de corrente alternada (AC), os tempos de carga são muito maiores: dez horas de dez a 100% a 11 kW, ou cinco horas a 22 kW, que é a alimentação do carregador opcional integrado.

 

E a confiança da Mercedes na fiabilidade e longevidade das suas baterias é tão elevada que é oferecida uma garantia de fábrica de dez anos ou 250 mil quilómetros, sendo a mais longa existente no mercado. 

Suspensão de última geração 

As rodas dianteiras do EQS estão ligadas por quatro braços, enquanto as traseiras estão apoiadas num sistema multilink, em tudo semelhante ao que equipa o Mercedes Classe S 

Dispõe de suspensão pneumática e amortecedores electrónicos com resposta variável contínua ajustada a cada roda. 

A suspensão está concebida para manter a mesma altura ao solo, independentemente do peso a bordo, mas também pode ser variável, para reduzir a resistência aerodinâmica e promover a estabilidade. 

No modo de condução Comfort (Sport, Eco e Individual são as outras três selecções), por exemplo, a carroçaria é rebaixada em 10 mm acima dos 120 km/hora, e em mais 10 mm acima de 160 km/hora. 

Abaixo dos 80 km/hora, a carroçaria retoma a posição normal, podendo ser elevada até 25 mm a 40 km/hora com o simples toque de um botão.

A selecção é particularmente útil para uma lomba ou aceder à garagem, descendo automaticamente para a posição inicial aos 50 km/hora. 

À semelhança do Classe S, o eixo traseiro do EQS é direccional, podendo girar as rodas até 4,5º em todas as versões, ou, opcionalmente, 10º no sentido oposto às rodas dianteiras, para um diâmetro de volta de apenas 10,9 metros. 

A lista de sistemas de segurança e apoio à condução é das mais extensas actualmente existentes.

O EQS está ainda preparado para condução semi-autónoma de nível 3, que só estarão disponíveis em meados do próximo ano em alguns mercados e numa faixa de velocidade reduzida.

Desconhecida é a data em que o "eléctrico" topo de gama irá chegar ao mercado e por que valores.

O que já foi desvendado é que o lançamento da berlina far-se-á com uma versão especial baptizada de Edition One.

Terá uma pintura exclusiva em dois tons e a edição estará limitada apenas a 50 unidades. 

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.