Pesquisa
Novos Modelos

Jeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridos

13:39 - 21-01-2022
 
Jeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridos
Jeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridosJeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridos
Jeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridos

A Jeep prossegue a passos largos a electrificação da sua oferta automóvel. Agora são os Renegade e Compass a ganharem uma motorização mild hybrid de 48 volt.

Jeep Renegade e Jeep Compass já são micro-híbridos

Baptizados como e-Hybrid, no coração da mecânica está um novo bloco a gasolina de 1.5 litros e quatro cilindros, com 130 cv e 240 Nm máximos apenas no eixo dianteiro. 

A apoiar potência e binário estão dois motores eléctricos, com o primeiro a estar "ligado" a uma nova transmissão de dupla embraiagem com sete relações 

Aquele propulsor adiciona mais 20 cv e 55 Nm, enquanto o segundo se assume como um motor-gerador ligado por correia ao bloco térmico. 

Em termos de desempenho, o Renegade e-Hybrid faz 9,7 segundos dos zero aos 100 km/hora, para uma velocidade máxima de 191 km/hora. 

O consumo combinado é anunciado nos 5,7 litros por cada 100 quilómetros, com as emissões de dióxido de carbono a situarem-se nas 130 g/km. 

O Compass e-Hybrid demora mais três décimas de segundo a chegar aos 100 km/hora, e faz mais 2 km/hora de velocidade máxima. 

As emissões de CO2 chegam aos 128 g/km e o consumo combinado fica-se pelos 5,6 litros por cada centena de quilómetros. 

Arranque 100% eléctrico 

Novidade mesmo é a possibilidade de o Renegade e-Hybrid e o Compass e-Hybrid poderem arrancar em modo 100% eléctrico sem que o motor a gasolina precise de actuar.

Os benefícios são evidentes, como explica a marca americana, com as reduções de consumo e de emissões de CO2 a chegarem aos 15% face a um propulsor a gasolina equivalente. 

O modo Electric Drive reforça a condução 100% eléctrica em situações específicas de condução a baixa velocidade. Entre elas conta-se o e-Launch quando, por exemplo, estão parados num sinal vermelho. 

O e-Creeping é aplicado em velocidades lentas, como se o carro estivesse engatado na primeira velocidade, ou quando é feita marcha-atrás. 

Nos incómodos engarrafamentos de pára-arranca é usado o e-Queuing, enquanto o e-Parking entra em funcionamento nas manobras de estacionamento.

Como os seus congéneres electrificados, o sistema híbrido alimenta a bateria nas desacelerações e travagens, mas a sua capacidade e autonomia não foram reveladas. 

Aposta na reciclagem 

Por dentro, quer o Jeep Renegade e-Hybrid, quer o Jeep Compass e-Hybrid caracterizam-se pela abundância de materiais reciclados nos estofos dos bancos e nos revestimentos. 

Quanto aos sistemas de segurança activa e apoio à condução, dispõem de velocidade de cruzeiro adaptativa "inteligente", com capacidade de leitura de sinais de trânsito. 

E, no caso do Compass e-Hybrid, possui ainda o sistema de condução semi-autónoma de nível 2.

Ambos os modelos reforçam a estratégia da Jeep para oferecer, já este ano, uma oferta totalmente electrificada numa série de países da Europa ocidental, com Portugal incluído. 

Se as encomendas já abriram para Itália, França e Alemanha, para o nosso país desconhece-se a chegada aos concessionários e os respectivos preços. 

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.