Pesquisa
Novos Modelos
Fiat 124 Spider Abarth é outra música
14:04 - 15-06-2016
  126
Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música
Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música Fiat 124 Spider Abarth é outra música
O capot dianteiro pintado de negro recorda os modelos que nos anos 70 discutiam as vitórias no Campeonato do Mundo de Ralis. Foi com um destes modelos que Markku Alen impressionou meio mundo no Rali TAP de 1974, antes de garantir a primeira das suas cinco vitórias em Portugal em 1975. Mas isso é outra conversa...

Tal como o 124 Spider, o Abarth do séc. XXI foi realizado com base no Mazda MX-5, mas tem a sua personalidade própria e um carácter bem mais desportivo. Graças a uma grande rigidez estrutural, uma suspensão anterior de quadriláteros formada por duplos triângulos sobrepostos e um eixo traseiro multilink foi possível garantir uma regulação destinada a uma condução mais agressiva.

O motor 1.4 turbo MultiAir montado longitudinalmente atrás do eixo dianteiro ajuda a melhorar a repartição de massas contribuindo para vincar a estabilidade direccional. O Fiat 124 Spider é muito ágil e tem um comportamento bastante neutro, seja em aceleração à saída das curvas seja nas travagens mais fortes.

Nada disto é muito diferente do que já conhecemos no Mazda MX-5, mas este Fiat 124 Spider é outra coisa. Enquanto a versão "normal" é produzida no Japão, os Abarth são alterados nas Officine Mirafiori em Turim. É na sede da Abarth que recebe molas e amortecedores Koni específicos, bem como um diferencial autoblocante para melhorar a dinâmica de condução.

O motor também é diferente. Debita 170 cv e isso nota-se nas performances: 6,8 segundos para passar de 0 a 100 km/h (menos 0,7 s) e 230 km(h de velocidade máxima (mais 15 km/h). A diferença não é grande nos números, mas a dinâmica do 124 Spider Abarth é outra.

Embalados pelo cantar dos escapes duplos "Monza" e com o modo Sport ligado, este roadster dá confiança na abordagem das curvas e tem uma saída rápida em aceleração. Desligando o controlo de estabilidade é possível deixar escorregar as rodas traseiras em aceleração.

O comando da caixa de velocidades é curto o que aumenta a rapidez, e o escalonamento da caixa manual de seis velocidades sublinha o carácter desportivo, embora esteja disponível em opção uma caixa automática sequencial de seis velocidades com patilhas sob o volante.

Estas são as boas notícias... As más passam por um preço que começa nos 42 mil euros, mais 14 200 euros do que o Fiat 124 Spider "normal". A versão de caixa automática tem preços a partir dos 44 mil euros. Este é um modelo exclusivo porque até ao final do ano só devem ser produzidas 2005 unidades.



Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.