Pesquisa
Concept Cars

VW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cv

14:13 - 02-11-2022
 
VW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cv
VW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cvVW dá nova vida ao Jetta: GLI Performance Concept tem 355 cv

Não esteve presente no salão automóvel de Paris, mas a Volkswagen promete não passar despercebida no SEMA Show 2022.

E nada melhor para se destacar no salão americano que abriu portas em Las Vegas esta terça-feira do que com um estrondoso Jetta GLI Performance Concept.

Não passa de um protótipo, como é bom de ver, mas tem todos os ingredientes para entusiasmar os amantes de desportivos poderosos deste popular nos Estados Unidos.

Estética radical

Esta criação, desenvolvida pelo centro de design da Volkswagen da Califórnia, em parceria com o preparador RacingLine, apresenta-se com um kit de carroçaria que dá um tom inegavelmente agressivo à berlina.

Mais largo em 20 mm do que o modelo convencional, dispõe de pára-choques personalizados com entradas de ar específicas, e com a extensão das saias laterais em fibra de carbono a colá-lo ainda mais ao alcatrão.

O difusor traseiro também é novo, a albergar as ponteiras de escape ovais de cada lado, com as cavas das rodas a serem mais largas para comportar as rodas maciças de 20 polegadas.

Uma película de vinil em preto fosco destaca símbolos hexagonais personalizados, a fazerem a transição para a Kings Red Metallic.

"O desenho da carroçaria extra-larga dá a este GLI Performance a postura com que todos os entusiastas do modelo sonham", explica Reto Brun, director do centro de design americano da marca.

"O tratamento gráfico sublinha a sua natureza mais agressiva ao integrar na sua estrutura elementos do GLI clássico".

O interior mantém o mesmo desenho do habitáculo original, diferenciando-se apenas pelos novos bancos Pole Position ABE da Recaro, com apoios de cabeça integrados, revestido em Alcantara com o padrão Texagon.

"Besta" de potência

Sob o capô, o bloco turbo a gasolina de 2.0 litros e quatro cilindros também foi "mexido" o suficiente pela RacingLine para se manter a par da estética do GLI Performance Concept.

A potência e o binário foram elevados aos 355 cv e 504 Nm, respectivamente, contra os originais 231 cv e 350 Nm, com toda essa força a ser passada às rodas dianteiras através de uma caixa manual de seis relações.

Para assegurar um elevado nível de travagem, os discos de travão carbono-cerâmicos BBK, com 381 mm de diâmetro, estão "presos" por pinças de seis pistões.

Para garantir o controlo absoluto em pista e na estrada, o desportivo equipa ainda um jogo de suspensão TrackSport de competição desenvolvido pela preparadora americana.

Atrás está montada um par de molas/amortecedores helicoidais, enquanto à frente estão amortecedores invertidos de "haste grossa" com o corpo em liga de alumínio e molas lineares de 2,4 polegadas.

Para aumentar a rigidez e reduzir o nível de torção, mantendo a geometria precisa da suspensão, foram montadas braçadeiras na parte inferior da carroçaria da RacingLine.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.