Pesquisa
Concept Cars
Ford Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipo
17:25 - 06-11-2019
 
Ford Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipoFord Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipoFord Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipoFord Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipoFord Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipoFord Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipoFord Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipo
Ford Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipoFord Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipoFord Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipoFord Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipoFord Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipoFord Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipoFord Mustang 'Lithium': demasiada electricidade para ser apenas protótipo

Um Ford Mustang com mais de 900 cv de potência e um binário máximo de 1355 Nm? Sim, é possível mas apenas na versão 'Lithium'… que nunca deverá passar da fase de projecto!

É uma das "estrelas" do stand da Ford no Salão Automotivo de Las Vegas, nascida de uma parceria entre a Webasto e o construtor norte-americano. Se as linhas desta "besta" electrificada não deixam ninguém indiferente, o que dizer das suas capacidades em estrada aberta?

O Ford Mustang 'Lithium' consegue transmitir instantaneamente ao solo mais de 900 cv de potência, através de uma caixa manual de seis velocidades, e disponibilizar 1355 Nm de binário máximo.

Sob o capô está o segredo de todas as capacidades deste protótipo: um motor elétrico Phi-Power com dois núcleos e inversores de dupla potência é alimentado por uma bateria de 800 volt que consegue descarregar um mega watt de energia eléctrica.

As características dessa bateria permitem que o sistema seja mais leve, mais potente, e gere menos calor e mais potência do que a maioria das baterias que equipam grande parte dos automóveis eléctricos que circulam nas nossas estradas.

Em relação ao modelo original, a carroçaria desta "besta" electrificada baixou em 254 mm a distância ao solo, e recebeu de "prenda" um jogo de jantes forjadas de 20 polegadas.

E, em termos técnicos, o Ford Mustang 'Lithium' tem todos o recursos que o tornam apetecível para qualquer fã automóvel.

Além do Track Handling Pack da Ford Performance, o super carro está equipado com travões Brembo de seis pistões (os mesmos que equipam o Shelby GT350R), separadores laterais e difusor traseiro da Sankuer e capô Webasto com entradas transparentes em policarbonato.

Dispõe ainda de um selector com quatro funções – Valet, Sport, Track e Beast –, através de um ecrã táctil de 10,4 polegadas, que combinam o binário necessário segundo o tipo de condução que se quer imprimir ao desportivo.

O Ford Mustang 'Lithium' integra o projecto de electrificação que o construtor está a desenvolver até 2022. O plano inclui já o novo SUV 100% eléctrico inspirado no Mustang, que será lançado no próximo ano, e uma pickup F-150 totalmente eléctrica.

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.