Pesquisa
Actualidade

Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"

12:06 - 06-10-2016
 
Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"
Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"Volvo vai ser marca de SUV e "crossovers"
A Volvo vai tornar-se rapidamente uma marca, essencialmente, de SUV e "crossovers" que já têm um peso significativo nas vendas, face às tradicionais berlinas e carrinhas: 53% das vendas em 2015 já foram de modelos XC ou de variantes Cross Country e essa percentagem vai crescer ainda mais, com os novos produtos que a marca vai lançar, segundo assumiu o responsável pela pesquisa e desenvolvimento da Volvo, Peter Mertens.

O grande salto sucederá quando for lançado o XC40, o SUV compacto da marca sueca, previsto para o início de 2018 e já antecipado por um "concept" que apresentou a nova plataforma CMA (Compact Modular Architecture) criada para os modelos mais pequenos. O XC40 marcará a renovação total da gama de entrada para a Volvo, aparecerá antes de duas carroçarias familiares, berlina e carrinha, e chegará com a ambição de vender mais de 100 mil unidades anuais!

Os números de 2015 não mentem e servem de base à previsão de Mertens quanto ao futuro da gama da Volvo: das 503 mil unidades vendidas, 267 mil foram de modelos XC ou de variantes Cross Country. Apesar de já não ser um modelo propriamente novo – lançado em 2013 com ligeiras actualizações em 2015 –, o XC60 continua a ser o modelo mais importante da marca sueca, com 160 mil unidades vendidas, seguido de longe pelo V40, com 83 mil.

Este ano, as vendas do XC60 recuaram ligeiramente mas, pelo contrário, os sorrisos dos responsáveis da marca sueca abriram-se ao verem a "performance" fabulosa do grande e luxuoso SUV XC90: quase 52 mil unidades vendidas no primeiro semestre, apontando para mais de 100 mil unidades no primeiro ano completo de vendas de um modelo caro… e lucrativo!

Mais uma indicação clara do caminho a seguir pela marca sueca, num processo de notável recuperação desde que foi comprada pelos chineses da Geely. E que tem estado na base do crescimento que a marca vem conhecendo em três dos seus principais mercados: o interno (Suécia), mas também nos Estados Unidos e China.
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.