Pesquisa
Actualidade
Usar GPS rouba-nos 29 horas por ano!
14:01 - 01-06-2017
  100
Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!
Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!Usar GPS rouba 29 horas por ano a cada automobilista!
Ninguém tem dúvidas de que a passagem do GPS – a sigla de Global Positioning System – da esfera militar para o domínio civil foi das melhores coisas que nos aconteceu em termos de mobilidade! Passámos a "conhecer" qualquer cidade ou qualquer estrada, em qualquer parte do Mundo, como se sempre lá tivéssemos vivido, tendo sempre informações sobre pontos de interesses, áreas de serviço, restaurantes e até sobre o estado do trânsito. Acabaram-se os enormes mapas abertos dentro do carro, uma voz suave guia-nos ao nosso destino, é… a felicidade!

Mas eis que um estudo efectuado no Reino Unido pela empresa "MyTaxi" nos vem dizer que essa felicidade tem custos: a utilização exagerada do GPS faz com que os automobilistas percam mais de 29 horas por ano! Essencialmente devido a indicações erradas por parte dos sistemas de GPS (por vezes por falta de actualização dos "software"), a informações demasiado confusas ou por o aparelho não ter escolhido o trajecto mais curto…

Neste estudo que envolveu mais de duas mil respostas, 47% dos inquiridos reconheceram já ter discutido com os seus aparelhos de GPS, tendo 31% chegado mesmo à fase… do insulto por discordarem das orientações. Ou seriam… desorientações?! Já 27% queixaram-se da falta de clareza das indicações que, por vezes, se tornam demasiado confusas. No entanto, 52% dos inquiridos confirmaram que confiavam cegamente no que o GPS lhe dizia e já nem olhavam para os painéis com as indicações…

Outro dado que não foi contemplado naquele estudo foi o que o GPS veio fazer ao prazer de viajar, cortando grande parte do seu encanto… Se a sua utilização é de indiscutível utilidade quando nos precisamos de deslocar de um ponto para outro de uma zona desconhecida de forma expedita, já quando a finalidade é apenas o passeio a situação muda de figura: com o GPS vamos de um ponto para outro… e nem percebemos como lá chegámos nem por onde passámos!

O facto de este estudo acerca da utilização do GPS ter sido feito no Reino Unido não foi por um acaso. Recentemente, a competência no uso deste sistema passou a ser uma das condições para a obtenção da carta de condução. Por outro lado, se a conclusão nos diz que os automobilistas podem perder 29 horas por ano pelas informações incorrectas do GPS, também não quantifica quantas horas poupam com a sua utilização na maior parte das vezes em que funciona bem…
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Gonçalo Fabião   18:27 - 16-07-2019
VOTAR
e quantas horas teriam perdido se não o tivessem utilizado e andassem perdidos à procura do caminho?
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.