Pesquisa
Notícias

Porsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recorde

12:03 - 02-05-2017
  1139
Porsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recorde
Porsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recordePorsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recorde
Porsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recorde

Um Porsche pode não ser o primeiro veículo que nos vem à mente quando pensamos levar cargas mais pesadas. E certamente que usá-lo como reboque não é algo nada comum.

Mas a marca alemã parece estar decidida a mudar esse conceito com a sua recente produção. Em parceria com a Air France, a Porsche trouxe o novo crossover Cayenne para o aeroporto Charles de Gaulle, na periferia de Paris, e colocou um Airbus A380 no reboque, marcando ainda um novo recorde mundial durante todo o processo.

O avião A380, é um dos maiores já produzidos. Este gigante da Airbus pesa 285 toneladas, sendo mais pesado que o famoso Boeing 747 e perdendo apenas para o imponente Antonov Na-225 Mriya – o maior avião do mundo, destinado apenas para cargas. Apesar de estarmos a falar de dimensões que eclipsam qualquer carro, estes números não assustaram o Cayenne que conseguiu levar "às costas" o A380 durante 42 metros.

Para os que se questionam se este feito foi realizado a gasolina ou a diesel, a resposta é "sim" para ambas as opções. O recorde foi feito primeiramente com um Cayenne S diesel, com um motor de 4.1 litros V8 com 380 cv e 854 Nm de binário máximo. Mas para provar que era possível fazer o mesmo com motores diferentes, o exercício foi repetido com um Cayenne turbo S com um V8 de 4.8 litros com 560 cv e com 800 Nm de binário máximo.

A única alteração feita nos veículos foi um reforço da barra de reboque. Este acontecimento marca um recorde, batendo o feito realizado pela Volkswagen com o seu Touareg que levou um Boeing 747. Com um motor de 5.0 litros V10 TDI com 309 cv e 750 Nm de binário máximo, que levou o avião de 155 toneladas durante 150 metros.

Porsche Cayenne reboca Airbus A380 e bate recorde

 

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.