Pesquisa
Actualidade

McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021

16:05 - 15-11-2016
  2
McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021
McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021McLaren rende-se aos eléctricos… mas só em 2021
O programa de automóveis de estrada da McLaren tem conhecido um sucesso invejável, com um rápido aumento da gama, das vendas… e dos lucros! Mas a marca que criou nome nas pistas da Fórmula 1 não poderia ficar indiferente ao que se passa a nível da electrificação crescente do mundo automóvel e também ela pensa já em fazer um superdesportivo eléctrico.

Não será, contudo, para já, embora o objectivo temporal, o início da próxima década, esteja já aí "ao virar da esquina"! Se, por um lado, a própria marca confirma estar a desenvolver o projecto de um superdesportivo eléctrico, por outro também trata de travar entusiasmos precoces avisando que o carro não estará pronto antes do início da nova década, na melhor das hipóteses!

Agora que o híbrido P1 foi oficialmente retirado do catálogo da marca, por ter atingido o número de unidades previstas para a produção limitada – nestes carros há que garantir a exclusividade! – toda a gama da McLaren é composta apenas de motores a gasolina, muito potentes… e gastadores.

Contudo, é sabido que a McLaren está a estudar a hibridização de alguns modelos, podendo começar já no futuro 650S, de que voltamos a publicar fotos dos mais recentes testes de estrada.

Quanto ao modelo eléctrico, as mais recentes notícias dão conta de que o projecto está até bem avançado, havendo inclusive protótipos rolantes e que já estarão a ser ensaiados. Há, contudo, um "detalhe" que trava a evolução mais rápida do projecto: a McLaren prefere demorar todo o processo mais algum tempo de forma a que haja uma evolução significativa na capacidade das baterias para prosseguir com o desenvolvimento do seu superdesportivo eléctrico.

E como as baterias de última geração, com capacidade energética muito superior às actuais, só são esperadas para o final desta década, dificilmente o superdesportivo eléctrico da McLaren estará pronto antes de 2012 ou 2022.

TEMAS:

McLaren
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.