Pesquisa
Actualidade

Bentley mostra sistema nervoso do Bentayga

11:13 - 13-07-2016
  1
Bentley mostra sistema nervoso do BentaygaBentley mostra sistema nervoso do BentaygaBentley mostra sistema nervoso do BentaygaBentley mostra sistema nervoso do BentaygaBentley mostra sistema nervoso do BentaygaBentley mostra sistema nervoso do BentaygaBentley mostra sistema nervoso do Bentayga
Bentley mostra sistema nervoso do BentaygaBentley mostra sistema nervoso do BentaygaBentley mostra sistema nervoso do BentaygaBentley mostra sistema nervoso do BentaygaBentley mostra sistema nervoso do BentaygaBentley mostra sistema nervoso do BentaygaBentley mostra sistema nervoso do Bentayga
Os automóveis estão cada vez mais "inteligentes". Estão equipados com computadores e sensores que fazem milhares de cálculos por segundo e que estão constantemente a comunicar entre si.

E o Bentley Bentayga não é excepção. Nas imagens recentemente divulgadas pelo fabricante britânico é possível ver o que está "debaixo da pele" do seu SUV. Trata-se de uma espécie de "sistema nervoso". E, tal como acontece com o sistema nervoso humano, é complexo e enorme.

O resultado é fantástico e de uma beleza que se torna difícil de explicar, mas a verdade é que tudo (ou quase tudo) no Bentayga está sujeito a ligações e a comandos electrónicos. Ou não fosse este SUV um dos veículos mais luxuosos do mercado.

Tem um sistema de visão nocturna, um sistema de som de 20 altifalantes, sensores de estacionamento, seis câmaras, um frigorífico e bancos aquecidos que fazem massagens. No total tudo é controlado por cerca de 90 computadores, que emitem e recebem sinais.

Por outras palavras, o sistema eléctrico do Bentayga - que pesa 50kg - é uma maravilha da engenharia eléctrica.
Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Utils/
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.