Pesquisa
Actualidade
Tesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horas
18:23 - 12-07-2019
 
Tesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horas
Tesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horasTesla Model 3 percorreu 2.781 km em apenas 24 horas

Sai mais um recorde para o Tesla Model 3, que acaba de percorrer 2.781 quilómetros em 24 horas. Esta marca, alcançada na Alemanha e sob condições atmosféricas pouco favoráveis, valeu um novo recorde mundial de distância percorrida em 24 horas por um automóvel eléctrico.

Ao volante estava Bjorn Nyland, conhecido pelo seu canal de YouTube onde mostra, frequentemente, o seu Tesla Model 3 em acção. Uma das suas últimas partilhas mostra o seu Model 3 a uma velocidade constante de 200 km/h durante 45 minutos, sem que as baterias tivessem "acusado" a brincadeira.

Agora, voltou ao "ataque" na Autobahn com o objectivo de percorrer a maior distância possível com um eléctrico num só dia. Nyland contou com a colaboração da rede de carregadores rápidos IONITY e realizou todos os carregamentos do seu automóvel de forma gratuita.

Recorde batido a uma média de 115 km/h

O modelo usado neste exercício foi um Tesla Model 3 Long Range com dois motores, a versão com maior autonomia da gama: 560 km de acordo com o ciclo WLTP. Nyland percorreu os 2.781 quilómetros a uma média de 115 km/h, mas conduziu por turnos, já que foram acompanhados por um Tesla Model X cuja parte traseira foi transformada numa cama.

Para conseguir este registo, foi fundamental gerir as paragens para carregamentos, que foram sempre feitas antes da capacidade das baterias descer dos 10% e até um máximo próximo dos 60%, para aproveitar o pico de potência que se pode alcançar no Model 3.

"Não há realmente nenhuma razão para fazê-lo", afirmou Bjorn Nyland em vídeo, mas uma coisa é certa: não só bateu um recorde como mostrou que as baterias do Model 3 aguentam a sua capacidade mesmo a velocidades mais elevadas, já que houve picos a uma velocidade de 172 km/h.

Faltam 300 caracteres
Comentário enviado com sucesso
Subscrever Newsletter
pub
×
Enviar artigo por email

Restam 350 caracteres

×
Para poder adicionar esta notícia aos seus favoritos deverá efectuar login. Caso não esteja registado no site de Aquela Máquina, efectue o seu registo gratuito.